Prefeito Edvaldo Nogueira mostra os 10 feitos que justificariam os seus 100 dias

Por Jozailto Lima
31 mar 2017, 22h37

Na segunda-feira, dia 10 de abril, o Governo de Edvaldo Nogueira, PC do B, em Aracaju, completa 100 dias redondos. Para os seus opositores, 100 dias sem grande significação. Flácidos. Apáticos. Para o Governo de Aracaju, ou especialmente para o prefeito Edvaldo Nogueira, nada mais injusto do que pensar assim.

“Na verdade, eu e minha equipe protagonizamos um fato inédito a ser revelado nestes 100 dias para quem recebeu uma prefeitura com uma dívida no curto prazo de R$ 540 milhões, com previsão de ser de R$ 800 milhões no longo prazo e numa cidade cujo orçamento é de R$ 1,7 bilhão”, diz Edvaldo.

Este “fato inédito” está elencado num conjunto de dez ações do Governo que, segundo Nogueira, “nenhum dos demais candidatos que concorreram comigo teria condições de fazer”. “Só fiz porque governei estes três meses com austeridade e contenção significativa de gastos”, avisa.

Mas que dez ações são estas? Esta pergunta foi feita a Edvaldo Nogueira, depois das 19 horas de ontem, por telefone, com ele de São Paulo, discutindo, segundo informou, mais uma das ações que pretendem colocar Aracaju no foco das cidades inteligentes brevemente. Os 10 feitos:

1 – Regularização dos salários, pagando inclusive um 13º e dezembro de 2016, o que rendeu quatro folhas em dois meses. “O servidor agora recebe em dia e dentro do mês trabalhado, o que não acontecia em 17 meses”, diz.

2 – Foram coletadas 800 toneladas de lixo que estavam acumuladas na cidade dos três últimos meses de João (programa “Agora Aracaju Vai Ficar Limpa”).

3 – Foi feita a recuperação da Avenida Euclides Figueiredo;

4 – Foram regularizados os pagamentos ao Hospital Cirurgia;

5 – Foi retomada e inaugurada a obra do Centro de Artes e Esportes Unificados do Bairro Olaria, que leva o nome de Abraão Crispim;

6 – Foram abastecidos os postos de saúde com medicamentos (94% dos remédios definidos pelo SUS já estão nas unidades de saúde);

7 – Foi retomado o pagamento do auxílio-moradia a pessoas em situação de risco residencial;

8 – Foi iniciada a obra de drenagem do canal da 13 de Julho;

9 – Foi posta em ação a Operação Terminal Seguro, realizada pela Guarda Municipal de Aracaju, que reduziu em quase 60% os crimes nos terminais de ônibus.

10 – Foi colocada nas ruas a Operação Tapa-Buracos, que recupera ruas, praças e avenidas.

Segundo Edvaldo, poderiam ir além destas ações fatos como a retomada do Brasão como marca oficial da Prefeitura, o decreto de contenção de gastos que ele classifica como um marco regulatório no novo modelo de governar, a conclusão da Escola José Calumby no 17 de Março, que João Alves tinha dado por inaugurada, mas não funcionava, e a criação da comissão que está discutindo a revogação do aumento anual de 30% do IPTU – apesar de a sociedade já ter pago a primeira parcela.

“Eu poderia colocar, ainda, no rol destes 100 dias a construção de uma maioria na bancada da Câmara Municipal, onde chegamos com sete vereadores e hoje temos 17. Na verdade, enquanto vemos uma oposição sem ideias, sem lenço e nem documento, nós realizamos. Fiquei calado de propósito nestes últimos 15 dias, mas temos muito o que mostrar daqui até o dia 10, quando fecharemos os 100 dias”, disse o prefeito.

VALMIR: OPOSIÇÃO GANHARÁ O GOVERNO
O prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, PR, disse ontem a coluna Aparte que não tem como a oposição não ganhar a eleição de governador ano que vem. “Eu estou vendo a situação toda se esfacelando ao redor de Jackson Barreto. Se o PT tiver candidato à Presidência da República, e eu acho que vai ter, é que não tem jeito mesmo”, disse Valmir. Para ele, os oposicionistas estão muito bem posicionados. “Podemos trabalhar o deputado André Moura como mais um nome do nosso bloco. Mas hoje as chances são 90% de que teremos Eduardo candidato. E André jamais abrirá uma dissidência”, disse Valmir.

Valmir: confiança no futuro da oposição

 

JUSTIÇA CASSA PREFEITA E VICE DE PEDRINHAS
A Justiça Eleitoral de Sergipe cassou ontem a dupla de prefeita e vice-prefeito eleita nas últimas eleições em Pedrinhas, no Centro Sul de Sergipe. Ocimara Araújo Cruz Trindade – Mara da Farmácia -, PDT, e Rogério Almeida Santos, PPL, foram denunciados por captação ilícita de votos. Após sair da prefeitura, o vice ficará impedido de disputar novos mandatos por 8 anos e ainda pagará multa no valor de R$ 15 mil. A defesa da chapa vai recorrer da decisão. Enquanto recorrem, o potencial futuro prefeito Domingo de Gonzaga, PSB, espera para assumir. Domingo, um evangélico da Igreja Adventista do Sétimo Dia, perdeu a eleição por 40 votos de diferença. Ela teve 1.978 e ele, 1.938. Será que se não tivesse guardado o sábado ele teria ultrapassado estes 40 votos?

PENSANDO NO PARTO HUMANIZADO
No período de 3 a 5 de abril a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes – MNSL – passará por um processo avaliativo com o objetivo de verificar se a instituição está mesmo cumprindo com as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde de garantir às mulheres direitos que lhe são assegurados no âmbito da saúde reprodutiva e da atenção humanizada no trabalho de parto e parto, assegurando à criança nascimento seguro. Dentre os vários itens, são destacados o acolhimento com classificação de risco, o direito ao acompanhante de livre escolha durante o trabalho de parto, parto e pós-parto; contato pele a pele; apoio ao aleitamento materno na primeira hora de vida e clampeamento (corte) oportuno do cordão umbilical. O superintendente André Nascimento diz confiar no trabalho desenvolvido pelos profissionais da MNSL e aguarda tranquilo os visitantes técnicos do Ministério da Saúde/Rede Cegonha.

ANDERSON BUSCA MAIS POR FREI PAULO
O prefeito de Frei Paulo, Anderson de Zé das Canas, PMDB, não perde tempo quando o assunto é ir atrás de recursos para seu município. Nessa sexta-feira, ele participou de um evento da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe – Fames – e pode escutar do deputado federal André Moura, PSC, que o Governo Federal irá destinar R$ 4 bilhões para a Educação em todo o Brasil. Em maio, o líder do governo do Congresso pretende trazer o presidente do Fundo Nacional de Educação – FNDE – a Sergipe, no intuito de facilitar a transição de recursos para os municípios. Anderson de Zé da Canas já confirmou presença ao encontro, pensando no que poderá levar para Frei Paulo.

Anderson e André: parceria

 

TEMER SANCIONOU LEI DA TERCEIRIZAÇÃO
Segundo o site da Folha de S. Paulo, “o presidente Michel Temer sancionou na noite desta sexta-feira (31) o projeto de lei que regulamenta a terceirização no país. A iniciativa foi publicada em edição extra do “Diário Oficial da União” e inclui vetos parciais a três pontos da proposta. Um deles é a possibilidade de prorrogação do prazo de até 270 dias de contrato temporário de trabalho. Os outros dois parágrafos foram vetados porque repetem direitos já previstos na Constituição Federal”. “A sanção desse projeto é o único meio da modernização das relações do trabalho”, disse o deputado federal Laércio Oliveira.

EDUARDO AMORIM E O BOM MANDO NO PSDB
O senador Eduardo Amorim chegou à Presidência Estadual do PSDB muito disposto. Em Brasília, ele participa constantemente das reuniões da bancada do partido no Senado e tem voz ativa entre os tucanos mais antigos. Em Sergipe, já mudou o endereço da sede e vem fazendo mudanças internas, como por exemplo, a colocação do jovem Herbert Pimenta na Presidência do Instituto Teotônio Vilela – órgão de estudos políticos do partido.

ESPALHAR O PSDB PELO INTERIOR
O senador também vem se movimentando para organizar o PSDB no Interior do Estado. Atualmente, o partido conta com cinco prefeitos (Itaporanga, Muribeca, Campo do Brito, Feira Nova e São Miguel do Aleixo) e 34 vereadores. Além de fortalecer os tucanos nestas cidades, Eduardo vem conversando com lideranças para que os diretórios municipais estejam estabelecidos e tenham força em todas as cidades de Sergipe.

CERTIFICAÇÃO DAS REDES SOCIAIS
Todas as redes sociais do senador Eduardo Amorim, PSDB, possuem o selo de autenticidade. O Instagram acabou de receber a certificação oficial do aplicativo na última semana. O selo azul é concedido pela política de regras e relacionamento de cada rede social para atestar que aquele espaço realmente representa quem diz representar. Eduardo Amorim é o único parlamentar sergipano a possuir certificação em todas as redes.

CERTIFICAÇÃO DAS REDES SOCIAIS II
No ano passado, o senador Eduardo Amorim liderou a lista dos parlamentares mais influentes na internet e nas redes sociais segundo ranking publicado pela Pesquisa Medialogue Político Digital 2016. Ao lado de senadores como Ana Amélia, PP, Romário, PSB, Aécio Neves, PSDB, e Cássio Cunha Lima, PSDB, o senador sergipano atingiu a nota sete na escala de influência do ranking, sendo que a pontuação oito foi a maior adquirida.

CANAL DE XINGÓ – MAIS UM CAPÍTULO
O governador Jackson Barreto recebeu, na tarde de ontem, a presidente da Codevasf, Kênia Marcolino. Acompanhada de técnicos da companhia, a presidente revelou detalhes sobre a construção da primeira fase do Canal de Xingó, que será subdividida em três etapas e custará bem menos. Os novos cálculos da Codevasf apontam valores de R$ 870 milhões para execução da obra. Nesta primeira fase, o Canal de Xingó vai atender a sete municípios – Canindé, Poço Redondo, Porto da Folha, Monte Alegre, Glória, Carira e Ribeirópolis -, e dois da Bahia, perfazendo um total de 114 km. Participaram também da reunião o vice-governador Belivaldo Chagas e parlamentares do Estado de Sergipe.

JB e Kênia: Xingó na pauta

 

VALADARES FILHO NA ENTREVISTA DOMINGUEIRA
O deputado federal Valadares Filho, PSB, é o entrevistado deste domingo do JLPolítica. Entre outros assuntos, ele fala do seu projeto na Presidência da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia, defende a unidade do bloco de oposição perante a sucessão estadual do ano que vem, responde sem rodeios sobre o assédio ao seu nome para uma candidatura a vice-governador e estranha que Edvaldo Nogueira não se conforme em ter a vigilância ativa da oposição sobre o governo dele.

ETC&TAL
@ O jovem empresário Wagner Júnior confirma que mantém seu projeto de pré-candidatura a deputado federal em 2018. Circularam boatos de que ele havia desistido.

@ Doeu em André Sotero, secretário Saúde de Aracaju, o que ele chama de agressões por parte do Sindicato dos Médicos. A queixa foi feita na reunião do Conselho Estadual de Saúde.

@ “João Augusto, presidente do Sindimed, e outros diretores têm usado espaços nas redes sociais para agredir a minha pessoa, insinuando que me vendi ao poder, que estou traindo a classe, que vou voltar para o banquinho do Cemar”, disse ele. Cemar é Centro de Especialidades Médicas de Aracaju

@ Edvaldo Nogueira disse a Aparte que não procedem os boatos de que Sotero estaria deixando a Saúde. “Ele está indo muito bem e compreendeu muito bem o nosso projeto”, afirmou Nogueira.

@ Do administrador de empresas, escritor, PRF aposentado e leitor de Aparte Adalberto Vasconcelos Andrade: “Estamos vivendo num inferno. O cidadão de bem está num estado de sítio. O crime organizado está deitando e rolando e o Estado corrupto nada faz. Também pudera: é no Congresso onde começa toda a desgraça do cidadão comum”.

@ Diante da transposição feita num Rio Francisco moribundo, o impagável Dom Luiz Cappio, bispo Diocesano de Barra, no oeste baiano, produz uma imagem muito adequada. “Um anêmico não pode doar sangue”, afirma usualmente.

@ Cappio, um franciscano, não é um militante oportunista. Conhece o rio e os ribeirinhos como a palma da mão. Ele já fez duas greves de fome para chamar a atenção da situação do rio e da sua sangria aquífera. Uma em 2005, com 11 dias, e a segunda em 2007, com 23.

@ “O grito de alerta foi dado em duas ocasiões, através dos jejuns que assumimos. O Brasil e o mundo tomaram conhecimento desta realidade triste em que vive o rio e o povo ribeirinho. A verdade se mostrará a seu tempo. Ninguém perde por esperar”, disse esta semana a um jornal baiano.