MOBILIZAÇÃO

Aracaju foi primeira capital a deflagar Greve Geral

Às 00h desta sexta, 28, garagens de ônibus foram fechadas

Por Portal Infonet
28 abr 2017, 13h06

Por volta das 00h da madrugada desta sexta-feira, 28, manifestantes já estavam reunidos para impedir que a circulação de ônibus em uma das garagens das empresas que fazem o transporte público da Grande Aracaju. De acordo com a Central Sindical e Popular, a CSP Conlutas, a capital sergipana foi a primeira a deflagrar a Greve Geral no Brasil. Além da empresa de transporte, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) também foi fechada. No local, as duas vias da Avenida Marechal Rondon estão fechadas. A avenida liga Aracaju à cidade de São Cristóvão.

O diretor da Central Sindical e Popular, a CSP Conlutas parabeniza Aracaju pela adesão a mobilização. “Demos exemplo fechando tudo às 00h. Aracaju mostrou união de toda a classe trabalhadora a nível nacional”, diz.

O Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Sergipe (Sintufs), informa que a UFS também foi fechada à meia noite.“Trancamos tudo de madrugada. Ninguém entra na Universidade. Hoje, a cidade está parada, inclusive as principais rodovias que dão acesso à Aracaju”, informa o coordenador-geral do Sintufs Fábio dos Santos.

O sindicalista reforça a motivação para a deflagração da greve. “Essa greve foi convocada por todas as centrais sindicais do país. Nós conseguimos aprovar em mais de 50 sindicatos a greve geral. Isso é para mostrar ao Governo Federal que ele não tem força para continuar com a reforma trabalhista. Ele vai ter que recuar. Se não, a gente avança”, completa.