Aparte
Maturidade de Edvaldo Nogueira: “Espero que quem ganhe, unifique o Brasil para sair da crise”
C5fdbb32f974f2e8

Edvaldo Nogueira: “Eu quero dizer que aceitarei qualquer resultado”

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, PCdoB, deu lições de prudência e de maturidade nesta campanha e as reproduziu no dia da votação e depois de saber dos resultados. Primeiro, pela manhã de domingo, enquanto votava, Nogueira despojou-se do discurso de campanha e abriu espaço para uma visão reflexiva que todos devem ter no pós-eleição sobre os destinos do país.

“A minha expectativa é a de que o Brasil hoje, nas urnas, procure de uma maneira democrática encontrar uma saída para os problemas que estamos vivendo, que são muito graves. O Brasil vive uma crise econômica, social e política gigantesca. Diria que uma crise moral”, ponderou Nogueira.

“Esta eleição é um momento adequado para que cada cidadão, de maneira livre, possa votar para que encontremos essa saída. O que espero é que após a eleição a gente encontre exatamente essa saída, seja lá quem for o vencedor. É preciso que o Brasil se reencontre com ele mesmo. Até o segundo turno, ainda vai ter essa diferença, vai ter disputa, mas depois disso espero que quem quer que ganhe unifique o Brasil para a gente sair da crise”, disse Edvaldo.

“A minha esperança, o meu apelo e a minha vontade, aquilo que mais movimenta o meu coração e a minha energia é exatamente que a gente encontre essa saída. O Brasil não pode continuar assim, dividido. Eu espero que a eleição, no abrir das urnas, revele o melhor para a sociedade, e quero dizer que aceitarei qualquer resultado. Eu não me insurjo contra ninguém. O resultado da eleição deve ser comemorado democraticamente. Claro que vou torcer para os candidatos para os quais fiz campanha”, disse ele.

Depois, ao saber dos resultados das urnas, o prefeito de Aracaju manteve o mesmo equilíbrio de análise das cenas sergipana e da nacional. “A vitória de Belivaldo Chagas no primeiro turno, com mais de 190 mil votos à frente do segundo colocado, mostra que a campanha do nosso candidato foi realizada de maneira correta e soube abordar os temas que casaram com a expectativa da população”, disse Nogueira.

“Além disso, a votação extraordinária de Belivaldo, com ele ultrapassando os 40% dos votos, e sua expressiva vitória em Aracaju contra um candidato que já disputou eleição para prefeito da cidade duas vezes, demonstra o acerto da nossa estratégia e que estamos no caminho certo para levá-lo à reeleição no próximo dia 28. Seguiremos com muita firmeza nas ruas, dialogando diretamente com o povo e trabalhando muito para que Sergipe, sob a gestão de Belivaldo, inicie um novo ciclo de desenvolvimento e progresso”, analisou Edvaldo Nogueira.

“Em relação ao pleito nacional, o resultado aponta para a continuidade de uma polarização, infelizmente. Nas últimas seis eleições, a polarização se dava entre o PT e o PSDB. Agora esta disputa continua entre os candidatos que passaram para o segundo turno - o PT, com Haddad, e o PSL, com Bolsonaro. Espero que essa polarização não intensifique a divisão do país. É preciso trabalhar para que o nosso candidato apresente propostas e ideias para unir o Brasil, operar as transformações necessárias e enfrentar os dilemas que a crise atual impôs e superá-los para que assim possamos preparar o país para o futuro”, diz Edvaldo Nogueira.