YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author 4eb5c947b54eb69b
Jozailto Lima

É jornalista com 35 anos de experiência profissional. Antes do Cinform, trabalhou nos jornais Feira Hoje, Tribuna da Bahia, Jornal da Bahia, TV Subaé e Jornal de Sergipe.

Certeza de Gerana Costa, de Riachão: “Estou muito segura dos meus direitos”
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
4a73d1c2b8ade5da

Gerana: “se justiça existe, esta prefeita aqui não terá porque sofrer qualquer penalidade”

“Estou muito segura dos meus direitos. Se a justiça existe, esta prefeita aqui não terá porque sofrer qualquer penalidade”. Quem pensa assim é Gerana Costa, prefeita de Riachão do Dantas, que teve o mandato cassado em primeira instância pela justiça eleitoral. Ela afirma que está tranquila de que vai resolver tudo isso sem maiores danos à sua continuidade como gestora da cidade.

Para Gerana Costa, esta certeza não vem apenas do seu desejo pessoal. Salta, garante ela, da convicção de que não fez nada de errado na campanha e que, portanto, não tem como ser punida. O processo de que é alvo versa sobre uma pesquisa eleitoral realizada pelo IFP e publicada pelo jornal A Gazeta.

“Estou muito tranquila diante dessa muita perseguição. Não cometi nenhum erro. Não tenho nada a ver com esta pesquisa que divulgaram e na qual a justiça se baseia para decidir. Não conheço quem pesquisou e nem o dono do jornal que a publicou”, diz Gerana. Segundo ela, o processo é carente de sustentação, inclusive, em toda a sua instrumentação.

“Todas as testemunhas arroladas - incluindo a mulher do ex-prefeito Zé Lopes e outra da linha de frente da candidata que perdeu pra mim - foram contraditadas e não sei no que se basearam para esta decisão. É o mesmo juiz que reprovou duas vezes as minhas contas de campanha, depois aprovadas por unanimidade no TRE. Creio que qualquer pessoa para ser condenada precisa de provas. É com esta segurança que enfrentarei o TRE, que tenho certeza de que vai julgar os fatos com transparência”, diz a prefeita.

Gerana: “se justiça existe, esta prefeita aqui não terá porque sofrer qualquer penalidade”