YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author bc92de88786c313d
Jozailto Lima

É jornalista há 36 anos, tem formação pela Unit e é fundador do Portal JLPolítica. É poeta.

De casa nova em Alagoas, Tiago Hélcias não esquece de 2020
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
653c4cb8da0b97a5

Desde o dia 26 deste mês, o jornalista sergipano é o apresentador do Balanço Geral Alagoas

Depois de altos e baixos profissionais na mídia sergipana, o jornalista Tiago Hélcias conseguiu amparo em terras vizinhas e desde o dia 26 deste mês é o apresentador oficial do programa Balanço Geral Alagoas, da TV Pajuçara – afiliada da Rede Record em Alagoas e também tem um programa de rádio na Pajuçara FM.

Mesmo atuando pela primeira vez num veículo de comunicação em Alagoas, Tiago diz que se sente em casa. “Maceió me abraçou como um filho. Nunca fui tradado como estou sendo agora. Estou muito feliz com a forma que as pessoas estão recebendo o meu trabalho”, ressalta.

Claro, o apresentador sabe que seu trabalho de comunicador em Alagoas será mais árduo ainda. “Obvio que aqui é construção de minha imagem, do Tiago jornalista, do Papito, do zero. Mas enquanto eu tiver saúde e disposição, trabalharei. Estou muito focado e concentrado nisso”, informa.

Em abril deste ano, Tiago fez um desabafo nesta Coluna Aparte, após ver as portas dos veículos de comunicação de SE se fechando para ele. “Eu estou cansando de apanhar e de ser usado. Não me deixam mais trabalhar por aqui, diante das minhas posturas e visões”, disse.

Em conversa com esta Coluna, nesta quinta-feira, 5, ele reforça mais: “Eu não posso negar que, para mim, profissionalmente, estava inviável em Sergipe. Eu digo isso categoricamente: eu não faço parte das panelinhas. Não me vendi para uma turminha que tem aí. A melhor coisa que tenho na minha vida é minha consciência tranquila”, afirma.

“Eu passei maus bocados. O ano de 2018 foi o meu inferno astral, assim considero. Desafiei o poder de Deus. Mas ele com a sua sabedoria me colocou no lugar. Quando eu anunciei minha vinda para Alagoas, fiz postagem nas minhas redes sociais: “o homem faz os projetos, mas é Deus que determina””, afirma o apresentador. 

Tiago chegou ao Balanço Geral Alagoas à convite da própria Pajuçara. “Eu já conhecia o pessoal da TV. Já tínhamos, inclusive, conversado no passado, rolou uma proposta, mas, naquele momento, não compensava para mim. Então, eles souberam da minha saída da TV (Atalaia) e desde janeiro para cá estávamos em negociação”, explica o jornalista.

Em julho, o apresentador recebeu uma proposta para cobrir as férias do então apresentador oficial do Balanço Geral, depois, com algumas mudanças, remanejamentos dentro da Pajuçara, surgiu o convite definitivo e prontamente aceito. “Para mim, motivo de muito orgulho, pois profissionalmente tenho um carinho especial pelo Balanço. É o formato de sucesso em muitos Estados, uma marca da Rede Record”, ressalta.

O Balanço Geral também foi o programa que deu projeção a Tiago em Sergipe.  “Foi o formato que me proporcionou realizar este trabalho que faço hoje no jornalismo, ficando mais próximo das pessoas, ajudando-as, denunciando várias coisas. Ele deixa ser eu mesmo, pois o papito não é um personagem. Está dentro de mim”, afirma.

Tiago afirma que lamentou muito quando foi excluído do quadro de apresentador do Balanço Geral. “A coisa que eu mais lamentei ao deixar de exercer a minha profissão em Sergipe é que eu fazia no Balanço algo para ajudar as pessoas na minha terra. Era o que mais me orgulhava e emocionava”, diz.

A partir do momento em que o apresentador se viu sem espaço na mídia não pensou duas vezes em afirmar que iria se candidatar a um mandato em 2020, em Aracaju ou Nossa Senhora do Socorro. “Pensei: “eu preciso de uma forma para me garantir. Não posso deixar de ajudar as pessoas. E a possibilidade de ter uma candidatura era o caminho, já que profissionalmente não tinha mais”, informa.

Agora de volta à mídia, o desejo de se candidatar esmoreceu? Ele diz: “Nós temos ainda um ano para a eleição. O desejo, não posso negar, ainda é muito forte. Mas agora eu tenho outra perspectiva. Hoje estou muito focado no que estou fazendo aqui. Contudo, possa ser que daqui para lá as coisas tomem rumo diferente”.