YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author 4eb5c947b54eb69b
Jozailto Lima

É jornalista com 35 anos de experiência profissional. Antes do Cinform, trabalhou nos jornais Feira Hoje, Tribuna da Bahia, Jornal da Bahia, TV Subaé e Jornal de Sergipe.

Eleitor de Belivaldo e de André, prefeito diz que opções pensam no melhor para Itabaianinha
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
58261f8061bc6baf

Danilo Carvalho: reflexões políticas sem ideologias rançosas

O prefeito de Itabaianinha, Danilo Carvalho, MDB, simboliza bem uma tendência que vai se mostrando muito comum nesta pré-campanha - a de optar por um candidato a governador de um agrupamento e por um a senador de outro. Para o Governo, Danilo vai marchar com Belivaldo Chagas, PSD; para o Senado, com André Moura, PSC. 

A justificativa de Danilo Carvalho para estas opções em campos opostos é bem técnica. “Não há contradição num posicionamento político quando passamos a colocar o atendimento às necessidades da população acima de bandeiras político-partidárias e acima de ideologias que não resultam em melhorias práticas para os que precisam do poder público efetivamente”, diz ele.

Para Danilo Carvalho, o segundo voto de Senado vai ser decidido pelo deputado estadual Zezinho Guimarães, MDB, o parlamentar que, ao lado de Fábio Reis, federal, dá o suporte político ao município de Itabaianinha. Poderá ser Jackson Barreto ou Rogério Carvalho.

Nesta entrevista, Danilo define, também, como se deu o rompimento entre ele e a sua vice-prefeita, Janier Mota, que é candidata a deputada estadual. “Sempre buscamos dar visibilidade ao mandato de vice dela, mas, pelas suas próprias razões, escolheu seguir o próprio caminho, se unindo à oposição”, diz. Danilo trata ainda da saudade deixada por Joaldo Lima de Carvalho, o pai e ex-prefeito de Itabaianinha assassinado em maio de 2015.

“Foi o maior exemplo de cristão prático que conheci. Doava-se totalmente às causas que defendia e não tinha apego a coisas materiais, principalmente quando era para ajudar o próximo. Um verdadeiro exemplo de ser humano”, diz o prefeito. Leia a entrevista dele.

Aparte - O senhor não vê contradição em votar em Belivaldo Chagas, PSD, para o Governo e em André Moura, PSC, para o Senado?
Danilo Carvalho -
Não há e nem nunca haverá contradição num posicionamento político ou em outro quando passamos a colocar o atendimento às necessidades da população acima de bandeiras político-partidárias e acima de ideologias que não resultam em melhorias práticas para os que precisam do poder público efetivamente.

Aparte - Quais as justificativas para esses dois votos?
DC -
Desde o segundo governo do saudoso Marcelo Déda que nosso agrupamento político dá sustentação ao grupo do atual governo. Só que esse posicionamento não pode significar que colocaremos aquele ranço político de antigamente acima dos interesses do meu município. Sou filiado a um partido político, assim como todos aqueles que exercem mandatos também o são, mas a nossa maior bandeira é e seguirá sendo o bem comum do povo de Itabaianinha, seja na cidade ou no campo. Com essas premissas, buscamos o apoio de todos os parlamentares por Sergipe em Brasília e encontramos em André Moura, principalmente, um amigo e grande parceiro para Itabaianinha. Ele tem sido fundamental na nossa gestão e no desenvolvimento de ações em prol do nosso município, em diversas áreas. No total, ele tem viabilizado mais de 10 milhões de reais para obras estruturantes, equipamentos e custeio da saúde, por exemplo. É de realizações que o povo precisa! 

Aparte – E por que Belivado Chagas?
DC -
Belivaldo Chagas, desde que assumiu o Governo, tem se mostrado preocupado com o nosso povo e tem direcionado também vários investimentos para beneficiar a nossa população, como foram anunciados dias atrás quase R$ 5 milhões em obras de calçamento para cidade e povoados, bem como de asfaltamento para diversas ruas e bairros de Itabaianinha. Portanto, essas são as razões que nos levaram a estar onde e com quem estamos, politicamente, sem qualquer receio em nossas posições, pois o interesse público está onde deve estar: acima de questões político-partidárias momentâneas.

Aparte - O que lhe falta para definir a opção do segundo voto para o Senado? Qual vai ser o critério para defini-lo?
BC
- O deputado estadual Zezinho Guimarães é um grande parceiro de Itabaianinha desde muitos anos. É como um anjo de guarda que lida diariamente com os anseios de nossa gente, ajudando a nossa administração a buscar as soluções, não só na esfera estadual, mas na federal também, quando necessário. Reconhecendo essa importância do seu apoio para as causas de nosso município, o segundo voto para senador vai depender dos compromissos assumidos junto ao deputado Zezinho Guimarães para auxiliá-lo nessa tarefa de trabalhar pelo nosso município. Temos preferência pelo ex-governador Jackson Barreto ou o ex-deputado federal Rogério Carvalho, que são nomes da própria base do governo. Mas isso, como disse, vai depender desse entendimento com o deputado Zezinho Guimarães.

Aparte - O senhor e seu grupo político repetem a parceria eleitoral de 2014 em 2018, com apoio às reeleições de Fábio Reis a Câmara Federal e a Zezinho Guimarães, para a Alese. O que os dois fizeram para merecer isso?
BC -
Fábio Reis também tem se mostrado um grande parceiro da nossa gestão, atendendo nossas reivindicações no que se refere à destinação de emendas parlamentares. Conseguimos, nesses 18 meses de nosso governo, viabilizar uma média de R$ 6 milhões para diversas áreas em investimentos no município através dele. Depois de André Moura, é ele o parlamentar que mais destinou recursos para Itabaianinha. Então, podemos dizer, sem sombra de dúvidas, que ele reconheceu a votação que teve em 2014, apoiado pelo nosso grupo, com prefeito Robson da Laranja e o saudoso Joaldo da Laranjeira nos liderando, retribuindo essa confiança com muito trabalho!  Zezinho Guimarães é nosso irmão. Não é apenas um aliado político. É da família! É um filho que Itabaianinha adotou e ele também adotou Itabaianinha como sua terra. Afirmo, sem qualquer receio, que nosso município nunca teve um parlamentar para trabalhar tanto pela nossa gente quanto ele. Nossa gestão tem um parceiro principal, que se chama Zezinho Guimarães. Em todas as nossas conquistas, temos ele como o parceiro central para conseguirmos vencer nossas batalhas do cotidiano. O povo de Itabaianinha sabe disso. Ou seja, o critério para escolher votar em Fábio Reis e em Zezinho Guimarães é o mesmo: o amor e o trabalho duro por Itabaianinha!

Aparte – Quem rompeu com quem entre o senhor e a sua vice-prefeita Janier Mota? 
DC -
Janier Mota foi eleita vice-prefeita contando com todo nosso apoio. Participou de nossa gestão diretamente, através da Secretaria de Cultura, Comunicação, Esporte e Lazer. Sempre buscamos dar visibilidade ao mandato de vice dela, mas, pelas suas próprias razões, escolheu seguir o próprio caminho, se unindo à oposição, com o propósito de se candidatar a deputada estadual, desejando a vaga de Zezinho Guimarães. Da parte de Zezinho, em relação a ela, só temos a agradecer, pois foi grande a luta dele, ao nosso lado, para viabilizar a candidatura dela a vice na nossa chapa, uma vez que ela não contava, na época, com o comando do PPS no município, partido ao qual era filiada. Mas, são 24 vagas na Alese e tem espaço para muitos aqui na região. Desejo que Deus abençoe a candidatura dela e que ilumine a todos nós nessa caminhada.

Aparte - Enquanto pessoa, pai e político, que tipo de falta lhe faz o ex-prefeito Joaldo Lima Carvalho, assassinado em 2015?
DC -
Meu maior exemplo de pessoa foi nosso Joaldo da Laranjeira, pai e político. Não só pra mim, mas pra muitos, graças a Deus. Aprendemos com ele que devemos lembrar e alimentar as coisas boas da vida, fazer o bem sem olhar a quem, cuidar mais e melhor de quem mais precisa. Ele deixou muito mais coisas boas em ações e exemplos para serem lembradas e colocadas em ação, e são dessas que procuro me lembrar sempre. O maior exemplo de cristão prático que conheci foi ele. Doava-se totalmente às causas que defendia e não tinha apego a coisas materiais, principalmente quando era para ajudar o próximo. Um verdadeiro exemplo de ser humano. Mas, de onde ele estiver, sei que está feliz e satisfeito com seu legado. A expressão “combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé” foi dita por Paulo, perto do final de sua vida, e me faz lembrar muito do meu pai. Tanto foi assim que todo o povo de Itabaianinha e região, ao ouvir a canção “O Homem Bom”, na voz de Sérgio Reis, remete seus pensamentos a ele, por ter sido Joaldo da Laranjeira a expressão viva daquela letra maravilhosa.