Aparte
Cabo Zé está bem, mas à espera da cirurgia no coração
C6eee4e73d84e7f4

Cabo Zé: em paz e à espera da cirurgia

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Lagarto, José Raymundo Ribeiro, o Cabo Zé, 81 anos, completa nesta terça-feira 13 dias de internamento no Hospital do Coração de Aracaju, à espera de condições físicas e de saúde para se submeter a uma cirurgia cardíaca.

No dia 28 de junho o Cabo sofreu um leve infarto. “Ele está bem e conversando. Lúcido. Só está um pouco nervoso, o que é normal. Pede que fiquemos direto ao lado dele”, diz Júnior Ribeiro, um dos filhos, que esteve nesta terça-feira no Hospital em acompanhamento a ele.

“Estava previsto para ontem a cirurgia, mas ele começou a tossir um pouco, apareceu umas herpes nas costas e por isso que o médico suspendeu o procedimento”, diz Júnior. O Cabo Zé é parte da política sergipana desde muito novo.

Em 1962, aos 24 anos, ele obteve o primeiro mandato de deputado estadual, chegando à Primeira Secretaria da Alese. Foi preso pela Polícia da Ditadura Militar e no 28BC, ambiente de tortura então, ganhou pejorativamente o apelido de Cabo Zé. Em 1976, ele conseguiu um outro mandato. Já teve um filho deputado federal, o Adelson Ribeiro, e um outro vice-prefeito de Lagarto, o mesmo Júnior Ribeiro que é fonte nesta nota.

O Cabo Zé é bacharel em Direito, e um jornalista e radialista profissionais sempre comprometido com o que faz. Ele é irmão de Rozendo Ribeiro - o Rozendinho -, que foi prefeito de Lagarto por um mandato e deputado estadual por cinco vezes. O Cabo Zé gosta de uma briga política como quase ninguém.