Aparte
OPINIÃO - A vitória de Belivaldo: os maiores méritos foram do candidato
3af9834a8e55c6f4

[*] Edvaldo Nogueira

Sob todos os aspectos, o governador Belivaldo Chagas foi o maior vitorioso do processo eleitoral deste ano em Sergipe. Com um estilo muito próprio de ser, o novo ritmo que deu à administração e um plano de governo realista para o futuro do Estado, Belivaldo conquistou a confiança dos 679.051 eleitores que lhe deram uma vitória histórica e consagradora no último dia 28 de outubro.

Por isso, as análises e opiniões, como as que vimos e ouvimos nos últimos dias, que não levaram em consideração os méritos do próprio Belivaldo, são, na verdade, tentativas mesquinhas de desconstruir a liderança do governador reeleito. Não obterão êxito neste intento, uma vez que Belivaldo tem o apoio massivo da população, que lhe deu a maior vitória política do nosso agrupamento e a mais representativa da política sergipana nos últimos quarenta anos.

Em pouco mais de seis meses à frente do Governo, Belivaldo demonstrou muita capacidade administrativa e disposição para enfrentar os problemas. Ele soube dar continuidade a um projeto iniciado há 12 anos, mas, ao mesmo tempo, foi capaz de renovar este projeto e criar perspectivas de futuro, com mais desenvolvimento econômico, inclusão social e geração de emprego. Belivaldo passou segurança para a população. Ele não fez promessas mirabolantes e irrealizáveis, nem se colocou como salvador da pátria.

Como político, o governador teve capacidade de costurar alianças importantes e atraiu para a sua coligação partidos e lideranças que contribuíram para a vitória. Basta observar o exemplo de Aracaju, onde sei que dei minha contribuição, pois estive diariamente, ao lado do nosso candidato, nas ruas da cidade, em busca do voto da população. Este cenário se repetiu em todas as partes do Estado, com o apoio de prefeitos, deputados federais e estaduais, vereadores e lideranças políticas e partidárias. Todos ajudaram, mas a força principal sempre foi do próprio candidato.

O excelente trabalho da equipe de marketing, seja na TV e no rádio, seja nas redes sociais, teve também importante papel, pois apresentou Belivaldo ao eleitorado. No entanto, o candidato mostrado nas mídias jamais se distanciou da figura do candidato real. A equipe de comunicação soube, de maneira muito competente, potencializar o que de mais positivo há em Belivaldo.

Os perdedores, inconformados com o tamanho da derrota que sofreram, fingem desconsiderar a força de Belivaldo e querem diminuir o seu papel. No caso do senador Valadares, um dos maiores derrotados deste pleito, seja pela 5ª colocação entre os que disputaram o Senado, seja pela terceira derrota consecutiva de seu filho numa disputa ao Executivo, fez uma análise enviesada, a partir da qual tenta criar uma situação de instabilidade entre o governador e o PT, creditando a Lula e a Fernando Haddad todo o mérito da vitória do nosso agrupamento no Estado. Isto não se sustenta na realidade e eu espero que as lideranças dos partidos da nossa coligação não caiam no canto desagregador dos nossos adversários.

É óbvio que o PSD, o MDB, o PP, o PT, o PCdoB, o Podemos e suas lideranças e militâncias, que estão neste bloco, foram importantes, mas não houve, em nenhum caso, maior fator decisivo na hora da conquista do voto do que a capacidade demonstrada pelo próprio candidato a governador de levar Sergipe a dias melhores.

Votei e apoiei Belivaldo, pois, assim como a maioria dos eleitores sergipanos, vi nele o melhor candidato, o mais preparado, com mais experiência administrativa, firmeza e sagacidade para enfrentar as muitas dificuldades que estão postas no nosso Estado. São estas características que o levaram à vitória. E é por isto que não tenho dúvida que ele saberá honrar todos os votos que recebeu.

[*] É prefeito de Aracaju.