Aparte
Entrevista Domingueira revela visões empresariais de Juliano Cesar Faria Souto
Edb0eb76be43bc65

Juliano Cesar: visão empreendedora no atacadismo e crítica diante da pandemia

Convidado do Portal JLPolítica para a Entrevista Domingueira desta semana, o empresário e bacharel em Administração de Empresas Juliano Cesar Faria Souto, 57 anos, comandante do Grupo Fasouto, vai revelar porque ele é uma das vozes mais respeitadas e quase unânimes nos movimentos empresariais e de entidades de classe de Sergipe e do Brasil.

Vice-presidente nacional da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados - Abad -, segmento que emprega mais de um milhão de pessoas no Brasil - ele próprio responsável por cerca 500 destes em Sergipe -, Juliano Cesar vai falar do planejamento futuro do seu Grupo que tem lojas em Aracaju, Socorro, Estância, Lagarto e Tobias Barreto, dirá sobre sucessão familiar a ser feita com as três filhas e, sobretudo, emitirá diagnóstico de como o Brasil deveria estar agido neste momento de pandemia para preservar empresas e, sobretudo, vidas humanas.

“Essa crise precisa de ações efetivas em saúde: testagem, isolamento, assistência aos primeiros sintomas. Não é somente com abertura ou com fechamento de atividades que será interditada a disseminação do vírus. Além disso, há evidente necessidade de apoio para as empresas que estão paralisadas e prejudicadas, pois atrás de cada CNPJ existem vidas, histórias, famílias e muitos CPFs ativados. Não adianta fechar shopping, ambiente facilmente controlável, e permitir ônibus superlotados, filas intermináveis nos bancos, nas lotéricas”, dirá Juliano Cesar.

“O lema tem que ser atuar com segurança. Veja o exemplo das atividades essenciais: nossas empresas e colaboradores assumiram os riscos e os desafios. Cuidamos das pessoas em primeiro lugar, mas garantimos com atuação exemplar que não houvesse crise no abastecimento. Isso é algo que deu certo. Assim deve ser em todos os setores: segurança e saúde para a população”, complementará.

Está imperdível a resposta de Juliano Cesar Faria Souto para a pergunta “Qual é a análise que o senhor faz especificamente do papel do presidente da República, Jair Bolsonaro, neste momento de mediações da pandemia?. “Entendo que é, no mínimo...”, você só verá a resposta na Entrevista.

Como herdeiro de um dos maiores empresários do comércio de Sergipe - Raymundo Juliano Souto Santos -, Juliano Cesar, que tem meta de faturar R$ 250 milhões agora em 2020, traz o pai como um supremo referencial e ponto de partida para tudo o que é faz na vida empresarial.

“Do alto de seus 88 anos, a cada momento ele tem uma nova ideia, a cada instante ele cobra execução de um novo projeto, de um novo desafio, sem nunca esquecer do resultado do dia a dia. Isso vale uma graduação acadêmica superiora e uma pós-graduação. Aliás, pra mim ele tem doutorado em vida e em negócio”, dirá Juliano Cesar.

Juliano vai falar do desenvolvimento futuro de Sergipe, da relação entre público e privado e do seu jeito conciliador de enfrentar os obstáculos e as dificuldades. A Entrevista com Juliano Cesar Faria Souto vai estar disponível às 8h da manhã deste domingo, 28 de junho.