Aparte
Hebert Pereira: “Temos muita gente boa na Barra querendo construir algo diferente”
191bdeb76e894dd3

Hebert Pereira: nada de messianismo, mas visão aberta

O advogado e técnico nas áreas de Planejamento Estratégico, Gestão para Resultados, Orçamento Público e consultor legislativo Hebert Pereira, Cidadania, 36 anos, é um dos nomes da nova política de Sergipe mais intensos em militância e na visão da cena pública futura.  

Nascido no município da Barra dos Coqueiros e com toda uma cultura afetiva ligada à cidade, Hebert Pereira mirou os horizontes da política e chegou à seguinte conclusão: em 2020 vai tentar ser prefeito da cidade do outro lado do rio. Ele se acha pronto e preparado para isso.

E o mais importante: Hebert Pereira não arrota ou vende messianismos baratos. “Não tenho a intenção de me apresentar como o salvador da pátria ou o herói que vai salvar a Barra, pois a maior força vem do coletivo”, diz ele.

“Tenho certeza que com nossa bagagem, vontade e equipe que iremos montar, faremos uma gestão de excelência na Barra dos Coqueiros. E temos muita gente boa na Barra querendo construir algo diferente e fazer da Barra o melhor lugar para se viver em Sergipe”, diz Hebert Pereira em entrevista exclusiva para a Coluna Aparte. Vale a leitura.

Aparte - Que projeto lhe move como pré-candidato a prefeito da Barra dos Coqueiros?
Hebert Pereira -
A Barra dos Coqueiros é o município onde nasci e vivi os melhores momentos de minha infância - tomando banho de rio, catando caranguejo e indo pescar com meu avô. E além de ser a terra da minha origem, foi onde construí minha casa própria, onde conheci minha esposa, iniciei meus primeiros trabalhos sociais e dei meus primeiros passos na política, de 2008 a 2011. Apesar de Aracaju ter me abraçado e sido o lugar onde cresci, estudei, tive as oportunidades profissionais e fui candidato a vereador, nunca me afastei da Barra e sempre esteve em mim o desejo de voltar à minha cidade natal e ajudá-la a ser a cidade que ela merece ser. 

Aparte - O senhor acha que chegou a hora?
HP -
Sim. Mas sabia que teria que me preparar bastante para esse retorno, pois seria um grande desafio romper com a lógica de fazer política reinante no município, que se utiliza da necessidade das pessoas para mantê-las reféns e fora do centro das decisões. Nesse momento, mais do que nunca, vi que não podia mais esperar, pois o progresso está chegando na Barra, mas ele precisa chegar para todas as pessoas. Não apenas para os poderosos e empreendedores, mas também para os moradores, para o pescador, a marisqueira, o marítimo, o artesão, o homem e a mulher simples que deram origem à nossa Ilha e que se não cuidarmos continuarão excluídos desse processo de desenvolvimento.

Aparte - Quais as chances de sua candidatura frente a um candidato apoiado por Airton Martins e a uma eventual candidatura da Alysson Souza?
HP -
Quem irá dizer isso são o tempo e a população. São realmente nomes fortes da política em Barra dos Coqueiros. Por isso chegaremos com toda humildade, sem menosprezar ninguém, mas com muita determinação, estratégia e sobretudo buscando conversar face a face com as pessoas. Acredito muito que a sociedade sempre esteve aberta para uma proposta diferente quando acredita que está diante dela. Esse é o nosso maior desafio.

Aparte – Mas basta o apoio do sensor Alessandro Vieira para o projeto dar certo?
HP -
O apoio do senador Alessandro e de todo o nosso agrupamento político certamente será de suma importância para esse projeto. Além disso, teremos muitas pessoas com credibilidade e que conhecem a Barra dos Coqueiros nos ajudando a mostrar para a população que um novo grupo político surge em nosso município e estará de portas abertas para receber todos aqueles que sempre sonharam com uma verdadeira mudança na forma de fazer política de nossa cidade. 

Aparte – O senhor acha que vai mudar uma cultura de décadas na cidade?
HP -
Não tenho a intenção de me apresentar como o salvador da pátria ou o herói que vai salvar a Barra, pois a maior força vem do coletivo. E temos muita gente boa na Barra querendo construir algo diferente e fazer da Barra o melhor lugar para se viver em Sergipe e onde as oportunidades serão para todos, não apenas para alguns. Portanto, o projeto dará certo se conseguirmos unir essas pessoas para juntos construirmos a Barra que queremos.

Aparte - Quais são os principais problemas da Barra dos Coqueiros a serem enfrentados?
HP -
Sem dúvida, a desigualdade social é o maior problema. E que culmina no elevado índice de violência, no alto número de jovens envolvidos com tráfico de drogas e vítimas da dependência química. Temos ainda problemas de saúde pública, como elevado índice de doenças sexualmente transmissíveis, sobretudo entre os jovens. Elevada taxa de desemprego, baixos índices de desempenho da educação pública e déficit de moradia. Temos também muitos problemas de infraestrutura urbana e o desafio de garantir o crescimento ordenado e sustentável da cidade que vive uma rápida expansão imobiliária. Outro problema que reputo importante é a falta de plano de carreira para servidores públicos, e muitos trabalhando em contratos precários sem direito a férias e 13º, o que desestimula e impacta na qualidade dos serviços prestados à população. Por fim, problemas de transportes públicos para os povoados e uma precária infraestrutura turística, numa cidade que deveria ter esse setor como prioridade.

Aparte - O senhor tem condições de fazer este enfrentamento? Tem grupo e equipe?
HP -
Com certeza. Venho há muito tempo me preparando e me qualificando para exercer funções de cada vez maior relevância na seara política. Desde criança acompanho meu pai na gestão empresarial de seus negócios, já estive em cargos de relevância no mundo corporativo onde me capacitei e atuei com grandes consultorias em gestão pública e privada, como a Vicente Falconi, uma das maiores da América Latina. Tenho experiência na administração pública federal, quando fui oficial do Exército por sete anos e exerci funções como a Presidência de Comissão de Licitação, chefe do Setor de Aquisições e Contratos Administrativos, auditor de Pagamento de Pessoal, presidente da Comissão de Sindicâncias e Processos Administrativos, dentre outras. Tudo isso me trouxe a perfeita noção da diferença entre o funcionamento da administração pública e privada. Tenho cursos na área de Planejamento Estratégico, Gestão para Resultados, Orçamento Público e atuo por mais de cinco anos como consultor legislativo, onde ganhei larga experiência sobre o processo da criação de Leis e a dinâmica da relação entre os Poderes Executivo e Legislativo. Estou concluindo uma nova pós-graduação em Direito Público com ênfase em Gestão Pública e me formo no próximo dia 7 deste mês no RenovaBR Cidades, um curso de formação de elevadíssimo nível, onde tivemos acesso a tudo de mais inovador e efetivo em termos de políticas públicas no Brasil e no Mundo. Tenho certeza que com nossa bagagem, vontade e equipe que iremos montar, faremos uma gestão de excelência na Barra dos Coqueiros.