YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author bc92de88786c313d
Jozailto Lima

É jornalista há 36 anos, tem formação pela Unit e é fundador do Portal JLPolítica. É poeta.

Gilson Andrade diz que sua reeleição pode manter dobradinha com Adriana Leite
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
6e7cbc972ba6b484

Gilson Andrade: tentando vender tranquilo em uma quase tempestade

O prefeito de Estância, Gilson Andrade, sem partido, disse nesta segunda-feira à Coluna Aparte que, da parte dele, não faz nenhuma restrição em manter na reeleição do ano que vem a mesma chapa com ele e a vice-prefeita, professora Adriana Leite, esposa do ex-prefeito da cidade, o empresário Ivan Leite.

“Não teria problema nenhum”, ressalta o prefeito sobre um eventual repeteco Gilson-Adriana. “Mas aí não depende só de mim. Depende mais dela do que de mim”, reforça.

É fato que o clima político entre Gilson e Adriana anda meio que arranhando, e Ivan Leite já até acenou com a possibilidade de ela e ele “conversarem” com o pré-candidato Márcio Souza, PSOL. Gilson Andrade faz outra leitura dessa parceria.

Ele vê brandura e cordialidade na relação - apesar de das bandas de Ivan e Adriana virem algumas golfadas de insatisfações simbolizadas em queixas de que ele tem gestos restritivos e nunca incorporativos da importância e do peso desse grupo político.

“Eu nunca fechei as portas”, diz Gilson, escorado na defensiva. “Muito pelo contrário: nós estamos é abrindo as portas. Mesmo porque Adriana ficou 15 dias sentada na cadeira do prefeito, e se isso se deu foi porque houve a minha deliberação. Houve o meu consentimento. Então da minha parte não há restrição de jeito nenhum. Estou tranquilo, também, em relação a isso”, diz ele.

Para Gilson Andrade, as conversas que papocam no subsolo da sucessão de Estância, apontando para alianças diversas que o excluem, não lhe fazem perder o prumo. “Não me deixam apreensivo de jeito nenhum”, avisa ele.

Para essas conversas, Gilson, que é médico, aponta a ação executiva dele à frente do município como uma espécie de antídoto. “Eu estou trabalhando. Quem quiser vir comigo, vai comigo. Quem quiser vir com um cara trabalhador, que está tendo compromisso com a cidade e com os estancianos, pode vir comigo. Eu garanto: será bem-vindo”, avisa.

E aqui Gilson Andrade faz umas cocegazinhas em Ivan e Adriana. “Continuam sendo bem-vindos os que já estão, e aos novos que querem vir, eu digo bem-vindos também. Mas faço questão de afirmar que agora, neste momento, meu compromisso é com gestão e gestão”, afirma.

“E não estou nada agoniado. Estou numa boa. Eu estou bem. Eu estou tranquilo. Estou fazendo gestão. No ano que vem a gente se preocupa com partido político e com sucessão. Meu ritmo agora é dando ordem de serviço e inaugurando obras. Mas vou para uma reeleição, sim. O meu projeto é de reeleição. Só não vou se Deus não quiser que eu vá”, discursa Gilson.