YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author 4eb5c947b54eb69b
Jozailto Lima

É jornalista com 35 anos de experiência profissional. Antes do Cinform, trabalhou nos jornais Feira Hoje, Tribuna da Bahia, Jornal da Bahia, TV Subaé e Jornal de Sergipe.

Gualberto diz que Cidadania a João Dória envergonha Sergipe
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
94c43d49ac33bbf0

Francisco Gualberto: cidadania demudou-se em repúdio

Cordial com seus colegas e com os rituais da Assembleia Legislativa, o deputado Francisco Gualberto teria dito sim ao projeto do deputado estadual Augusto Bezerra que deu o título de cidadania sergipana ao prefeito de São Paulo, João Doria, PSDB, que veio receber na sexta numa festa entre bufa e pasteurizada.

Na sessão em que foi votado, Gualberto estava presidindo e não necessitou votar. Ideologicamente precavido, Francisco Gualberto não foi ao evento de entrega do título. Mas assistiu à entrega de casa pela Alese e na sessão desta segunda-feira confessou que sentiu náusea da falta de diplomacia com que o paulistano tratou os petistas e os sergipanos no evento, denominando-os de “safados”.

Portanto, admitiu-se decepcionado, mas não se calou. Com o título de “Gualberto repudia comportamento de João Doria na Alese”, a coluna acolhe release de responsabilidade do jornalista Gilson Sousa, da assessoria do parlamentar. É tudo daqui pra frente.

“O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Gualberto, PT, reagiu com indignação aos ataques feitos ao Partido dos Trabalhadores pelo prefeito de São Paulo, João Doria, PSDB, durante solenidade de entrega de título de cidadão sergipano na quinta-feira, 26. “João Doria é um pacote cuja embalagem esconde seu verdadeiro conteúdo”, disse Gualberto, enfatizando que na sua avaliação pessoal, o prefeito paulista não mereceu o título e não merece Sergipe.

Muito vaiado e contestado por populares que ocupavam a galeria superior da Assembleia Legislativa, Doria partiu para o ataque contra o ex-presidente Lula e os petistas, chamando-os de “safados”. Francisco Gualberto, que acompanhou a sessão pela TV Alese, disse que pôde constatar a decepção de integrantes da Mesa, como Belivaldo Chagas, vice-governador, e Luiz Mendonça, desembargador representante do Tribunal de Justiça.

“Sergipe sofreu uma decepção. João Doria esqueceu até de enfatizar o que estava acontecendo. Ele quase não agradeceu aos sergipanos pela honraria. Ele mostrou quem é João Doria, um arrogante. Tratou Sergipe como um tapete no qual ele estava pisando”, frisou o deputado.

Para o petista sergipano, João Doria é um farsante que, segundo a imprensa nacional, enriqueceu sem nunca ter produzido nada. Gualberto citou uma entrevista recente de Ciro Gomes, na qual afirma que Doria ganhou muito dinheiro praticando tráfico de influências e transferindo dinheiro público para a iniciativa privada. “Enriqueceu sem produzir nada, às custas do dinheiro público. Diante do que fez aqui, é uma das piores espécies que temos no Brasil”, atacou Gualberto.

O projeto de resolução que concedeu o título de cidadão sergipano ao prefeito de São Paulo foi apresentado pelo deputado estadual Augusto Bezerra, DEM, e aprovado pelos demais parlamentares. Nesse sentido, Gualberto lembrou que há na Casa um acordo para que nenhum projeto de título de cidadania seja rejeitado. “Quem apresenta o projeto é que deve ter suas razões para isso. Nós respeitamos e continuaremos a respeitar, mas não podemos aceitar a falta de cuidado com alguns”, comentou Gualberto, lamentando e repudiando o comportamento do homenageado em Sergipe.

Por fim, Francisco Gualberto disse que consultará o regimento da Casa e os demais colegas parlamentares para possivelmente apresentar uma Moção de Repúdio a João Doria. “Dizer a ele que no dia que tiver que voltar a Sergipe, volte sem molecagem, pois aqui não tem otário. Apesar de pequeno, somos um importante estado da federação”, reagiu o deputado”.