Aparte
Vice-presidente Mourão tem um agendão em Sergipe nesta sexta
1d91f209538749fe

Hamilton Mourão: batendo continência e simpatia para Sergipe

O vice-presidente da República, general do Exército Hamilton Mourão - ou Antônio Hamilton Martins Mourão -, é um sujeito simpático, palatável, direto, não perde a pose diante do rumoroso debate político nacional e deve desfilar estas qualidades nesta sexta-feira, 4, em Sergipe numa agenda cheia de visitas, palestras, debates e homenagens.

Hamilton Mourão chega cedo no Aeroporto de Santa Maria, em Aracaju, e vai direto para São Cristóvão em evento de reconhecimento da quarta cidade mais antiga do Brasil, numa escolha feita unilateralmente por ele, mas que deixou o prefeito Marcos Santana, MDB, muito contente. Mourão vai visitar o Museu Histórico de Sergipe.

“Para mim, é uma honra receber um vice-presidente da República, porque o último vice do Brasil a visitar São Cristóvão foi o almirante Augusto Rademaker, que era vice do presidente Emílio Garrastazu Médici”, afirma Marcos Santana.

Depois do ato de São Cristóvão, Mourão retorna a Aracaju para participar, por volta das 11h, como palestrante e debatedor do evento “Os 25 Anos do Plano Real – Estabilidade Econômica Conquistada. E Agora?”, promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais de Sergipe – Lide - que contará com as participações dos senadores Alessandro Viera, Cidadania, e Rogério Carvalho, PT, do economista Samuel Pêssoa e da jornalista Mônica Waldvogel.

As 14h30, o vice-presidente da República receberá na Assembleia Legislativa de Sergipe a Medalha da Ordem de Mérito Parlamentar, que lhe foi tornada possível graças a um projeto do deputado Capitão Samuel, PSC.

A Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar foi criada pelo decreto legislativo 02/87, de 29 de junho de 1987, e é concedida a pessoas físicas ou jurídicas que contribuem para o engrandecimento do Estado de Sergipe e do Poder Legislativo ou por Mérito Excepcional.

O prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, diz reconhecer o caráter institucional da visita como sendo uma demanda gerada pela Vice-Presidência da República, admite-se contemplado com a escolha de São Cristóvão e revela que se tiver oportunidade vai pedir pela cidade ao vice-presidente.

“Oficialmente, o vice-presidente Hamilton Mourão vai visitar o Museu Histórico de Sergipe, que fica de São Cristóvão, mas se ele tiver disponibilidade poderemos mostrar-lhe a cidade que é a quarta mais antiga do Brasil e que tem uma praça, a de São Francisco, que é patrimônio histórico da humanidade”, diz Marcos.

“Se houver possibilidade, agenda e ambiente para isso, estou preparado para entregar ao vice-presidente um documento com demandas de São Cristóvão. E aí entram as de infraestrutura urbana, a instalação de um polo industrial na cidade e o esgotamento sanitário do grande Rosa Elze e Santa Maria. São demandas das quais eu tenho projetos já elaborados e que já estão em curso no BNDES e no Ministério do Desenvolvimento Regional. São demandas já em tratativas com órgão oficiais ou bancos, como a Caixa Econômica”, diz Marcos.

Hamilton Mourão nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, no dia 15 de agosto de 1953. É filho dos amazonenses Antônio Hamilton Mourão, general de Divisão, e de Wanda Martins Mourão. Ele é um general da reserva do Exército Brasileiro.