YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author bc92de88786c313d
Jozailto Lima

É jornalista há 36 anos, tem formação pela Unit e é fundador do Portal JLPolítica. É poeta.

Luciano Pimentel estimula reunião da Unale em Pernambuco pra debater crise da Petrobras
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
302c001ab2148796

Luciano Pimentel: ação em favor da Petrobras em Sergipe

O deputado estadual Luciano Pimentel conseguiu estimular a Presidência da Unale - União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais - a se envolver no dilema do desinvestimento da Petrobras em Sergipe e nos demais Estados do Nordeste e, em virtude disso, a entidade realizará uma reunião com este tema na tarde desta quarta-feira, 2, em Recife, Pernambuco. Terá a participação pessoal dele e do presidente da Unale, deputado Kenedy Nunes, de Santa Catarina.

Luciano Pimentel começou a semana em reuniões da Unale em Brasília e tratando desse tema desagradável. “Eu levantei o tema na última segunda-feira na Unale e na tarde desta quarta-feira vamos ter, pela própria Unale, essa reunião com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, em torno da problemática da Petrobras não só em Sergipe como no Nordeste inteiro”, disse o deputado sergipano.

“A sede dessa estatal em Sergipe está indo para o Espírito Santo. Isso são um desprestígio e um prejuízo para Sergipe e justamente quando nós somos gratificados com uma descoberta importante de óleo e gás em nossa bacia. Assim como é ruim para a Bahia, que vai ter também sua sede deslocada identicamente para terras capixabas”, disse o deputado Luciano.

Luciano Pimentel é deputado estadual de segundo mandato e lembra que emprestou sua voz na Alese a debater esse tema desde 2015, quando os desinvestimentos da Petrobras em Sergipe foram se acentuando. “Nosso mandato foi o primeiro espaço institucional a chamar a atenção para o desinvestimento da Petrobras na bacia de Sergipe. Nunca concordamos com isso”, disse o parlamentar.

Luciano Pimentel disse de Brasília nesta terça-feira à Coluna Aparte que está solidário com a ação que o Sindipetro de Sergipe e Alagoas vai realizar no dia 3 de outubro como marco dos 66 anos desta empresa em Sergipe. “Nós perdemos em barris de petróleo, em royalties para as cidades e para o Estado sergipano e perdemos em empregos. Em breve farei na Alese um pronunciamento com todos esses dados”, disse o deputado.