Aparte
ETC&TAL - Exótica prisão de um cavalo na delegacia de Aparecida
A3c9b90fdd380349

Cavalo na delegacia de Aparecida: punição por um coice

@ É no mínimo pedir para ser reconhecido como o Estado da piada pronta: no momento em que Sergipe entra para as estatísticas como o Estado mais violento do Brasil, um cavalo vira notícia nacional pelo G1 local por estar na cela de uma cadeia onde deveriam estar bandidos. O motivo é tão hilário quanto as consequências: ele teria dado um coice num veículo numa cavalgada em Nossa Senhora Aparecida. “Quando eu cheguei na delegacia o cavalo estava em uma cela como se fosse um marginal. Ele estava sem comida, sem água e em um espaço onde não podia ser mexer. À noite eu levei comida, mas hoje de manhã não me deixaram alimentá-lo. Não existe nenhum procedimento contra mim, mas prenderam o meu cavalo. Estou registrando um Boletim de Ocorrência e vou entrar na Justiça. Precisei pedir ajuda para uma ONG de proteção aos animais para tentar soltá-lo. O que só aconteceu na tarde desta segunda-feira. Ele foi liberado, mas está mancando de tanto ficar sem se mexer”, denuncia William Francisco dos Santos, dono do animal, que o havia emprestado para uma volta, quando ele escoiceou o veículo.

@ O deputado federal Laércio Oliveira conseguiu empenhar R$ 200 mil para o projeto “Robótica na Educação”, que será implementado em parceria com o Instituto de Pesquisas em Tecnologia e inovação – IPTI - e pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia. O município escolhido para implantar esse centro é o de Santa Luzia do Itanhy, por ser um dos mais pobres do Brasil, com baixo IDH, onde os jovens estão tento a oportunidade de crescer via educação e empreendedorismo. Nesses últimos anos, o IPTI tem desenvolvido com sucesso soluções inovadoras para problemas sociais e econômicos de Santa Luzia do Itanhy, muitas delas sendo reaplicadas em outros municípios de Sergipe e em outros estados.

@ “Eu nunca fui a favor da reeleição”. A afirmação é do senador Eduardo Amorim. “E não sonho com isso não pra mim. Penso em vencer uma vez, e pronto”, completa. Será?