YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author 4eb5c947b54eb69b
Jozailto Lima

É jornalista com 35 anos de experiência profissional. Antes do Cinform, trabalhou nos jornais Feira Hoje, Tribuna da Bahia, Jornal da Bahia, TV Subaé e Jornal de Sergipe.

“Não há nenhum desdoiro no fato de Valadares Filho ser candidato ao Governo e eu ao Senado”
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
6641ff96e3848e18

Antonio Carlos Valadares: “O grande juiz desta questão é o povo”

Uma das discussões mais acaloradas no subsolo da sucessão estadual de Sergipe deste ano já põe em pauta as complicações, ou não, de os Valadares disputarem, numa só chapa, o Governo do Estado e uma vaga de Senado -com o deputado federal Valadares Filho candidatando-se a governador e o senador Antonio Carlos Valadares, pai dele, à reeleição.

Para uns, a parceria pai e filho trará prejuízos ao projeto, porque os oponentes de ambos vão tentar marcá-los como detentores de um arranjo bastante familiar. No PSB, a tese é a de que, em sendo o senador Valadares o líder de intenção de votos ao Senado, não poderia ele ficar de fora da eleição. E que, por esta liderança, Valadares faria bem a ele mesmo e à candidatura do filho.

Mais pragmático e lógico que um matemático, do alto dos seus 75 anos o senador Valadares não perde muito tempo conjecturando as prováveis ou improváveis implicações negativas dessa parceria sob um mesmo teto familiar. Para ele, as considerações disso se assentam sobre outro campo.

“Antes de eu responder a isso, prefiro dizer que o grande juiz desta questão é o povo. Nesta hora, não vale o eu acho isso ou eu acho aquilo. O povo vai analisar individualmente cada candidatura”, avisa o senador, aparentemente seguro de que não esteja diante de um problema aflitivo.

“Aliás, o povo vai analisar não somente a minha e a de Valadares Filho, como as candidaturas dos demais, e quem merecer o apoio do eleitorado, da população, vai ter voto. Quem não merecer, vai ser repudiado”, reforça o senador de terceiro mandato.

Especificamente sobre o conceito de ambos estarem numa mesma chapa, o senador Valadares não vê nenhum equívoco. Ou excesso. “Não há nenhum desdoiro no fato de Valadares Filho ser candidato ao Governo de Sergipe e eu, ao lado de Henri Clay Andrade e de outros tantos, ser candidato ao Senado”, diz ele.

“Não sou eu um candidato só. Somos quatro candidaturas majoritários e não sei quantos federeis e outros tantos estaduais. O fato é que todos os partidos acham, sem nenhum constrangimento, sem nenhum embaraço, que uma candidatura do senador Antonio Carlos Valadares fortalece a chapa, bem ao contrário do que alguns estão dizendo”, reforça o parlamentar.