YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author 4eb5c947b54eb69b
Jozailto Lima

É jornalista com 35 anos de experiência profissional. Antes do Cinform, trabalhou nos jornais Feira Hoje, Tribuna da Bahia, Jornal da Bahia, TV Subaé e Jornal de Sergipe.

Padre Inaldo, prefeito de Socorro, define: “Nós vamos apoiar Belivaldo Chagas”
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
E6f5e29ec9f26d9f

Padre Inaldo Luis da Silva: “Eu vejo em Belivaldo Chagas uma pessoa séria e comprometida”

O prefeito do Município de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo Luis da Silva, PC do B, não tem mais nenhuma dúvida de que vai apoiar a pré-candidatura de Belivaldo Chagas, PSD, ao Governo de Sergipe nas eleições deste ano. Ele fará isso independentemente de Belivaldo vir a receber ou não o apoio do grupo liderado pelo ex-prefeito Fábio Henrique de Carvalho e pela deputada Sílvia Fontes, esposa dele, ambos do PDT.

A garantia desta definição em favor de Belivaldo Chagas foi dada nesta segunda-feira à coluna Aparte pelo próprio prefeito Inaldo Silva e, em tese, dissipa a boataria de que o socorresse não votaria com o atual governador do Estado se o grupo de Fábio Henrique tivesse a mesma opção eleitoral nessa sucessão.

 

“Isso não procede e nós vamos apoiar Belivaldo Chagas. Como administrador, eu estou preocupado é em fazer com que cheguem as obras para o município de Nossa Senhora do Socorro, e é isso que nós estamos procurando fazer juntamente ao governador Belivaldo Chagas”, disse Inaldo.

Para o prefeito de Socorro, seria uma atitude política inconsequente se ele estivesse a entesar agora apenas porque Fábio Henrique estaria dando também apoio a Belivaldo. “Eu não posso estar hoje preocupado com adversário da esfera política municipal, porque não estamos numa eleição municipal. A eleição é estadual”, pontua Inaldo. Para além disso, o prefeito de Socorro leva em conta o fato de Belivaldo ter, sim, se comprometido com necessidades urgentes de obras para o município.

“O governador se preocupou e se comprometeu em trazer recapeamento para o Conjunto João Alves, para o conjunto Fernando Collor, para a entrada da sede da cidade e para o anel viário, local em que passam os ônibus que atendem as comunidades, e espaços em que estamos de fato precisando. Ele já deu ordem de serviço para o Conjunto João Alves e está para começar o recapeamento dali. Não avançamos porque a greve dos caminhoneiros atrapalhou”, afirma o prefeito.

Outro aspecto que ajudou Padre Inaldo a definir sua opção, além deste da parceria das obras, foi o da crença na figura política e pública do governador que possivelmente tentará a reeleição. “Eu vejo em Belivaldo Chagas uma pessoa séria e comprometida. Ele não gosta de enrolar ninguém e quando diz uma coisa, cumpre. É sim-sim, não-não. Na política de hoje, isso é fundamental”, afirma o prefeito.