YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author bc92de88786c313d
Jozailto Lima

É jornalista há 37 anos, tem formação pela Unit e é fundador do Portal JLPolítica. É poeta.

Rodrigo Valadares lança irmão Fábio Valadares pré-candidato a prefeito de Simão Dias
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
38a8cf5f8900e663

Fábio Valadares: indicação do irmão Rodrigo Valadares, mas com respeito a outros da fila

O deputado estadual Rodrigo Valadares, PTB, defendeu nesta segunda-feira, dia 9, com exclusividade para a Coluna Aparte, o lançamento do seu irmão Fábio Valadares, PSL, como pré-candidato a prefeito da cidade de Simão Dias, onde nasceu o pai dos dois, o ex-deputado federal Pedrinho Valadares.

“Eu estou vendo em Simão Dias um cenário muito positivo para o nosso agrupamento de oposição - o que passa pelos Valadares tradicionais e pelos novos Valadares, como eu e meu irmão Fábio. Estamos com um grupo muito forte, muito bem entrosado, e algo que vou tentar viabilizar e pelo que quero trabalhar agora dentro deste grupo, dentro do espaço democrático, das nossas possibilidades, é por uma nova opção na pessoa de Fábio Valadares, presidente estadual do PSL, como candidato a prefeito”, diz Rodrigo Valadares.

O deputado Rodrigo Valadares acha que o irmão tem muito boas perspectivas eleitorais em Simão Dias. “Ele está com sangue no olho. Ele é um Valadares legítimo, filho de Pedrinho Valadares. É um administrador de empresas bem-formado. É sobrinho-neto do senador Valadares, é empresário bem-sucedido, tem uma expertise em administração muito grande. Eu sinto uma vontade demais nele. Muita, muita”, diz o deputado do PTB.

Rodrigo Valadares afirma que o desempenho da sua candidatura a deputado estadual em Simão Dias em 2018 lhe deu o estalo para pensar em voos maiores no futuro com o irmão. “A minha animação vem da observação de como foi a minha aceitação lá como candidato a deputado estadual. As pessoas me questionavam: “Ah, Rodrigo, mas você não tem uma vivência de Simão Dias que outras pessoas têm”. Mas resultado: fui muito bem recebido em Simão Dias”, diz.

“Perdi por pouco mais de 200 votos para o candidato do governador a deputado estadual, Esmeraldo Neto, PT, que tinha uma estrutura gigantesca do Governo e o apoio de cinco vereadores. Fora isso, ganhei para todos. Eu tive 2.800 votos lá. Considero que fui uma grande revelação em Simão Dias, o que traduz que os nomes do meu pai e da família Valadares ainda são muito fortes”, diz Rodrigo, cheio de erros matemáticos. Ele não perdeu por pouco mais de 200 e nem teve 2.800 votos lá. Perdeu por 397 para Esmeraldo. Foram 3.041 votos pro petista e 2.644 para ele.

Mas, neste lance da pré-candidatura do irmão Fábio, o Rodrigão bom de briga e de confusão não incorre numa ideia impositiva. Pelo contrário: ele é respeitoso aos processos internos do grupo de oposição em Simão Dias. Sabe que a fila de pré-candidatos é grande e só vê viabilidade no projeto de Fábio se o ex-vereador Cristiano Viana, que foi candidato em 2016, e o ex-senador Antonio Carlos Valadares não quiserem ir à disputa.

“Claro que a gente entende que tem a fila, com Cristiano muito fortalecido e o ex-senador Valadares, mas sinto que o grupo aceita muito bem a possibilidade de Fábio, porque Cristiano vai para uma eleição de vereador segura, com a condição de ser o primeiro mais votado. Defendo isso com muito respeito, porque o importante é que tenhamos um nome unificado do grupo, com chance de ganhar, e a preferência é, por ordem, de Cristiano Viana e do ex-senador Valadares. Em eles não querendo, e eu vejo esta reticência, vou trabalhar pelo nome de Fábio. Quero fazer isso dentro do grupo. Ela seria uma candidatura do grupo, não avulsa, nem dissidente. Eu estou animadíssimo com essa possibilidade e Fábio também está muito animado com a ideia”, diz o parlamentar de primeiro mandato.

O domicílio eleitoral de Fábio Valadares ainda é em Aracaju. “Por enquanto, mas temos até março para fazer essa mudança e já estamos estudando. O Fábio vai à eleição com um partido grande, com bom espaço na propaganda eleitoral de rádio, de modo que vejo todas as possibilidades de a gente fazer essa candidatura”, reforça o deputado Rodrigo.