YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author 4eb5c947b54eb69b
Jozailto Lima

É jornalista com 35 anos de experiência profissional. Antes do Cinform, trabalhou nos jornais Feira Hoje, Tribuna da Bahia, Jornal da Bahia, TV Subaé e Jornal de Sergipe.

Senador Valadares: “PSB estará no 2° turno, e ali Valadares Filho vence a qualquer um”
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
1dd758c810ea3831

Antonio Carlos Valadares: grupo menor, não tem grandes demandas a atender no sentido de partilhas

Raposa velha, escalado e escaldado em tantas eleições, ex-governador de Sergipe e senador em terceiro mandato, Antonio Carlos Valadares, PSB, faz uma previsão para Aparte de que seu partido, com a candidatura do deputado federal Valadares Filho, chegará ao segundo turno da sucessão estadual de Sergipe este ano. E mais: uma vez lá, admite que ele vencerá a qualquer outro oponente.

“Eu acho que está delineado em Sergipe que o PSB estará no segundo turno destas eleições. Agora, quem vai disputar com o candidato Valadares Filho, aí eu não sei. Não tenho certezas a esta altura sobre isso. Mas também não tenho preferências. Creio que quando a gente entra numa eleição, não escolhe adversários. Quem faz esta escolha é o povo, e só nos cabe obedecer aos desígnios do povo”, diz o parlamentar.

Mas é aqui que o senador arremeta a previsão de final feliz para a candidatura de Valadares Filho. “Eu acho que se Valadares chega ao segundo turno - e mantenho a visão de que isso está delineado -, ele vence a qualquer um. Seja lá quem for. O problema é não cometer erros nesse segundo turno. No mais, só nos cabe deixar que o povo decida. Mas também não vou fazer conjecturas sobre a quem seria mais fácil para Valadares Filho vencer num segundo turno”, avisa.

O senador Antonio Carlos Valadares não concebe possibilidade de prejuízos políticos no fato de ele e do filho estarem num processo eleitoral sem grandes alianças. Aliás, ao contrário, ele vê virtudes nisso. “Grandes agrupamentos e grandes coligações deixam, de certa forma, o candidato a governador mais engessado. E é exatamente isso que acontece com os outros dois grupos”, avisa.

“O nosso grupo é menor, não tem grandes alianças e nem grandes demandas a atender no sentido de partilhas. Então, é mais fácil fazer a composição do futuro Governo. Sem grandes pressões”, analisa o senador. Na mesma chapa do filho, Antonio Carlos Valadares vai tentar uma reeleição. Se conseguir, irá a um quarto mandato - o que lhe garantirá teto de Senado até 31 de janeiro 2027. E fatalmente redobrará a sua condição histórica de já ser um senador de três mandatos.