Aparte
Luciano Pimentel vê grande trunfo no Circuito Brasil de Óleo e Gás para Sergipe
2e2e90f5182bbbee

Luciano Pimentel: momento oportuno o do Circuito Brasil de Óleo e Gás

“Diante dessa pandemia, nem tudo está parado no contexto das discussões dos negócios e do desenvolvimento futuro de Sergipe e a realização da Terceira Edição do Circuito Brasil de Óleo e Gás na quarta-feira, 20, é uma boa demonstração disso”.

Esta ponderação é do deputado estadual Luciano Pimentel, feita na última quinta-feira durante a sessão online da Assembleia Legislativa de Sergipe, quando ele formulou um registro oficial sobre a importância do evento realizado no dia anterior.

A Terceira Edição do Circuito Brasil de Óleo e Gás foi promovida pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo - ONIP - em parceria com a Associação Brasileira de Produtores Independentes de Petróleo e Gás Natural - ABPIP - e transmitida diretamente pelo YouTube.

Como parlamentar diretamente interessado nesse segmento de negócios e pelos aspectos gerais do desenvolvimento de Sergipe, Luciano Pimentel acompanhou parte do evento. “Eu vi a fala de Pedro Litsek, o superintendente da Celse, como muito positiva”, diz Luciano.

“Fiquei muito feliz e fiz um registro agradecendo a ele e aos demais participantes pelo evento. Isso é muito importante para nos valorizar enquanto Estado que se prepara para ser matriz energética para o Brasil, porque foram 300 participantes de todo o país nesse evento”, disse Luciano depois à Coluna Aparte.

“Pela participação excepcional do Pedro Litsek, inclusive fiz manifestações na Assembleia Legislativa agradecendo a ele por ter feito esse chamamento do empresariado para que invista em Sergipe. Ele conclamou o empresariado para vir a Sergipe, porque aqui todos serão muito bem atendidos pelo Governo do Estado e muito bem atendidos pela sociedade”, diz Luciano.

“José Eduardo Barreto também, como representante da Unigel e que está coordenando a reabertura da Fafen aqui em Sergipe, participou e fez uma contextualização do desenvolvimento econômico de Sergipe a partir de 1960. Gostei muito de tudo o que vi”, reforça Luciano.

Estiveram abrindo os debates o vice-presidente Executivo da ONIP e secretário Executivo do Fórum Sergipano de Petróleo e Gás, Márcio Félix, e também a diretora de Gás Natural do Ministério de Minas e Energia - MME -, Symone Araújo.

“Sergipe é um Estado com oportunidades na terra e no mar, que tem o maior potencial marítimo já descoberto de óleo leve e gás, e todas as condições para ser um grande atrator de investimentos", disse Félix.

“Estamos falando da chegada de um potencial offshore na bacia Sergipe-Alagoas que pode alcançar até 17 milhões de metros cúbicos por dia. Associadamente, temos o terminal de GNL das Centrais Elétricas de Sergipe - Celse -, que começou a operar no primeiro trimestre de 2020, e isso aumenta a capacidade de suprimento e oferta de gás, deixando Sergipe em uma posição privilegiada”, completou Symone.

Pedro Litsek elogiou a estrutura de Sergipe e suas possibilidades de crescimento. “Inclusive, estamos articulando a questão da licença ambiental para conseguir conectar a Celse ao gasoduto da TAG para, no futuro, poder entregar gás a novos consumidores”, disse ele.