Aparte
Belivaldo Chagas vê parceria entre Sergipe e o Hospital do Câncer de Barretos
906b03d9de7b0a20

Belivaldo Chagas e equipe com Henrique Prata: parcerias possíveis

“Vamos estudar a possibilidade de parceria para levar para nosso Estado o modelo de gestão e de assistência que funciona tão bem aqui. É enriquecedor conhecer a experiência e as instalações do Hospital de Barretos, uma instituição que conquistou a primeira colocação entre os centros de saúde que atuam na área de pesquisa na América Latina”.

As afirmações acima são do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, PSD, em vista ao Hospital de Amor, o Hospital do Câncer de Barretos, em São Paulo, a convite do seu mantenedor através da Fundação Pio XII, o empresário e filantropo Henrique Prata.  

Durante a visita, que se deu nesta quinta e vai até a sexta-feira, 8, Belivaldo Chagas deixou patente o objetivo de estabelecer parcerias com para fortalecimento do tratamento oncológico ofertado pela rede de Saúde em Sergipe.

O Hospital de Amor é uma instituição de saúde filantrópica especializada no tratamento e prevenção de câncer com sede em Barretos. É a maior instituição oncológica do Brasil, contando com unidades espalhadas pelas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Norte, sendo três hospitais em Barretos, Jales e Porto Velho, Rondônia, além de unidades fixas de prevenção ao câncer em Campinas, Fernandópolis, Campo Grande, Nova Andradina e Juazeiro. 

Com uma média de 4.100 atendimentos a pacientes por dia e mais de 400 médicos que trabalham em período integral com dedicação exclusiva, a unidade é o hospital que mais atende casos de câncer pelo Sistema Único de Saúde – SUS-  no Brasil em 18 especialidades.  

O Governo de Sergipe, por meio do Centro de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe - Huse -, acolhe e trata centenas de pacientes. Em 2018, foram 159 pessoas tratadas com 18.528 sessões de quimioterapia. Já na radioterapia, foram 720 pacientes tratados na unidade, via 17.851 sessões, o que resultou em mais de 80% de alta (587 pacientes). 

No mesmo período, o Centro de Oncologia do Huse realizou 33.157 consultas ambulatoriais, uma média de 2.763 atendimentos mensais. Além disso, o Huse passou por grandes avanços em 2018, tanto no contexto de melhorias estruturais, como na assistência prestada ao paciente na unidade.

A maior delas foi a entrega da nova Unidade de Radioterapia com o segundo aparelho de Acelerador Linear, duplicando a capacidade de atendimento dos pacientes.

O governo também tem investido em parcerias para o tratamento oncológico com a ampliação de contrato para prestação de serviços da Clinradi aos pacientes do SUS.

Em 2018, foram realizados 244 pacientes na unidade. A Clinradi disponibiliza exames de ressonância e tomografia, com e sem contraste e sedação, assim como, pela primeira vez, o exame de PET Scan, para os serviços de oncologia. 

Estão com o governador em Barretos o secretário de Estado da Saúde, Valberto Lima; a interventora do Hospital Cirurgia, Márcia Guimarães; o diretor-técnico do Hospital Cirurgia, Rilton Moraes; os deputados estaduais Luciano Bispo, Zezinho Sobral e Adailton Martins. O secretário de Estado da Comunicação, Sales Neto, o professor do Departamento de Medicina da UFS, Mário Adriano dos Santos; o cirurgião oncológico Carlos Kleber; a responsável técnica da Oncologia do Huse, Meirejane Oliveira Feitoza; a coordenadora de oncologia da Secretaria de Estado da Saúde Lívia Angélica; o promotor estadual da área da saúde, Rony Almeida e o assessor da Secretaria de Estado da Saúde, José Carvalho de Menezes.