Aparte
Gilson Andrade não estranha desejo de candidatura de Ivan; mas vai tentar manter aliança
65cf36a96dd8290c

Gilson Andrade: disposto a reunir os cacos

O prefeito de Estância, Gilson Andrade, sem partido, reagiu com naturalidade à fala do ex-prefeito Ivan Leite, PR, seu aliado, de que poderá também ser candidato a prefeito se não houver um entendimento pela manutenção da professora Adriana Leite, sua esposa, como candidata a vice-prefeita, no ano que vem, numa chapa pela reeleição de Gilson.

Além de reagir com naturalidade, Gilson Andrade manifestou interesse de atuar para manter Ivan e Adriana sob o mesmo teto da sua aliança. “Não me preocupa de jeito nenhum, nem um tiquinho. Nada. Cabe a ele a candidatura. Não me estranha a posição dele, mas gostaria muito que ele pudesse estar no grupo”, disse Gilson nesta sexta-feira à Coluna Aparte.

O prefeito de Estância disse, ainda, que vai trabalhar para ver se materializa essa intenção de mantê-los no grupo. “Vou. Com certeza. Preservo a minha chapa de 2016 até o último minuto”, diz Gilson.

“Mas, não sendo possível, eu vou fazer o quê? É igual a namoro. Namoro é quando o moço e a moça querem. Quando um não quer, não existe namoro. É como aquela história de quando um não quer, dois não brigam”, filosofa Gilson Andrade.

Mesmo assim Gilson ressalta não se sente desconfortável com relação à posição anunciada por Ivan. “Não me intimida essa predisposição à candidatura. Estou aqui, tranquilo, e fazendo gestão”, afirma.

A Coluna pergunta-lhe: e se forem três candidaturas, a sua, a do PSOL com o grupo de Carlos Magno, e a de Ivan, quem é o mais prejudicado? “Aí, quem vai responder isso não sou eu. É o eleitor, nas urnas”, diz Gilson Andrade.