Aparte
Livro de Dilson Barreto rende na noite de autógrafo R$ 12.950 para a Avosos
876452dc1069a7fc

Dilson Barreto: noite de autógrafo

Mal amanheceu esta quarta-feira, 18, e o economista Dilson Barreto repassou à Avosos, instituição que atua no cuidado de pessoas com câncer no Estado de Sergipe, a quantia de R$ 12.950 gerada pela venda dos exemplares do seu livro “José Rollemberg Leite - Trajetória de um Homem Público”, lançado na noite anterior, a da terça-feira, 17 de setembro, no Museu da Gente Sergipana. 

Dilson Barreto dissera na Entrevista Domingueira que dera a este Portal no último domingo que faria o repasse da renda do livro à Avosos. E justificou o motivo. “Eu ganhei a publicação. Se eu ganhei, não seria honesto eu querer me valer da venda do livro para benefício próprio. Tenho que reverter essa receita para alguém. Escolhi a Avosos em função do trabalho bonito e digno que ela presta no combate ao câncer em Sergipe”, disse ele.

O patrocínio de “José Rollemberg Leite - Trajetória de um Homem Público” foi dividido entre a senadora Maria do Carmo Alves, DEM, e José Rollemberg Leite Neto, um advogado em cujo sobrenome está a razão do gesto. Dona Marria o fez em gratidão, por ter sido Zé Leite quem encaminhou o marido João Alves ao mundo da política.

A noite de lançamento de “José Rollemberg Leite - Trajetória de um Homem Público” quase empenou o Museu da Gente Sergipana. Tinha filha de dar voltas no salão. No recibo que Dilson fez a Avosos assinar atestando o recebimento dos recursos está escrito que os R$12.950 compõe a primeira parcela das vendas do livro. Ou seja, vem mais por aí.

O JLPolítica, único Portal genuinamente de política no Estado de Sergipe, apoiou a causa de Dilson Barreto em torno de “José Rollemberg Leite - Trajetória de um Homem Público” desde a primeira hora. Pelo que Dilson ficou grato.

“Eu estava preocupado em como publicar esse livro, pois eu não tinha recursos financeiros para custear na envergadura que eu tinha escrito. E você, Jozailto Lima, colocou isso em seu Portal. Como consequência da nota, a primeira pessoa a se prontificar para custear a publicação do livro foi a senadora dona Maria do Carmo. Ela me ligou no dia em que o Portal deu a notícia e entrou com 50% e José Rollemberg Leite Neto com os outros 50% do custo”, disse ele na entrevista.