Aparte
Fiel a Bolsonaro, Jefferson Santos, PSL, é pré-candidato em Socorro
E2dd9d50c97fae6f

Jefferson quer dar aos socorrenses uma alternativa, uma opção centro-direita

A eleição para prefeito de Nossa Senhora do Socorro ganhou mais um pré-candidato. Trata-se do jovem Jefferson Santos, PSL, 28 anos, fiel aliado do presidente Jair Bolsonaro, sem partido, em Sergipe.

Em reunião na última quarta-feira, 8, a Executiva Estadual do PSL Sergipe, através do presidente, Fábio Valadares, e do vice-presidente, Daniel Mafort, bateu o martelo e anunciou o nome de Jefferson Santos com pré-candidato à corrida eleitoral socorrense. 

Morador de Socorro há 28 anos, Jefferson conhece o município com a palma de sua mão. “Quero contribuir com a minha cidade. Conheço muito bem todas as localidades. Conheço a situação dos bairros abandonados. Conheço muito bem como funciona a política aqui dentro”, afirma.

Estou colocando o meu nome à disposição no município de Socorro, porque a política daqui é feita de novos livros e velhas páginas. São pessoas que participam da política aqui dentro há muito tempo e já mostraram o que são”, justifica o pré-candidato do PSL.

Jefferson quer dar aos socorrenses uma alternativa, uma opção centro-direita e afirma fazer uma oposição coerente.  “Nosso grupo é diferente. São pessoas que estão partindo para o diálogo e que acreditam numa constituição de família também dentro da política, que acreditam no livre mercado, que acreditam na formulação de novas políticas para o Município”, afirma.

Jefferson é papiloscopista da perícia criminal, casado e pai de duas filhas. Foi presidente do PSL Jovem de Sergipe e hoje é membro da Executiva Estadual do partido. Em 2018, foi um grande articulador em defesa da candidatura do presidente Bolsonaro.

Essa será a primeira vez de Jefferson numa eleição. “Estou nessa disputa por conta de ter sido parte do PSL Jovem e de ter sido apoiador da eleição do presidente. Conheci ele pessoalmente e essa credibilidade (originada da ligação com Bolsonaro) é que está me fazendo em Socorro, está compondo o nosso grupo”, informa.

Se Jefferson é fiel seguidor de Bolsonaro, por que continuar no PSL? Bolsonaro, como é conhecimento de todos, está sem partido e tenta montar uma sigla, a Aliança Brasil.

“Continuamos no PSL e continuamos com o apoio irrestrito ao Governo Federal e ao nosso presidente. O PSL (em Socorro) continua sendo um partido aliado. Além do mais, o Aliança só começará a ter realmente um trabalho eficaz a partir das eleições para deputado. Isso porque há 99% de probabilidade que o partido não esteja apto para as eleições deste ano”, explica.