Aparte
Ex-deputado Jony Marcos trabalho retorno, e pode ser em 2020 
72b724f286fef739

Jony Marcos: armando estrutura para permanecer na política

O ex-deputado federal Jony Marcos, PRB, mais conhecido como Pastor Jony, admite que trabalha politicamente para reinserir-se nas disputas eleitorais sergipanas e reconquistar um mandato, seja agora em 2020 ou 2022.

Jony Marcos já foi vereador de Aracaju e deputado federal até o ano passado, quando obteve apenas 39.380 votos na tentativa de uma reeleição que não lhe aconteceu. Fábio Henrique, PDT, com 35.226 votos chegou lá.

Jony Marcos descarta apenas a possibilidade de voltar a disputar mandato na Câmara Municipal de Aracaju. Não por subestimação. “Não deverei disputar eleição para vereador de Aracaju porque estou respeitando uma fila de nomes do meu partido com esta intenção”, diz ele.

“Várias lideranças que estão no PRB serão candidatas a vereador e vou respeitar essas vontades. Essas pessoas estiveram comigo e me apoiaram em 2018. É necessário que eu respeite essa fila”, reforça Jony, um ente político que, como seu colega de religião e política Heleno Silva, às vezes vive imerso nas mídias sociais e esquece das realidades tangíveis.

Jony vislumbra outros cenários em Aracaju. “Mas eu poderei, sim, disputar a eleição de prefeito da capital, ou compor uma chapa como candidato a vice. Eu tenho conversado muito com todos os agrupamentos que podem lançar candidatos à sucessão de Edvaldo Nogueira”, diz ele.

“Nesta quarta-feira mesmo eu estive no gabinete do senador Alessandro Vieira, Cidadania, e mantive uma conversa muito boa com ele. Passamos pelos caminhos de Aracaju e eu disse a ele que sou um político ficha limpa e que não tenho processo nenhum. Nunca me envolvi em escândalo”, avisa Jony.

“O senador Alessandro me disse que a base que ele está formando com Émerson e Emília Correa poderia, sim, fazer composições com outros partidos e que o meu era um nome que poderia acompanhá-los e tal. Claro que isso não significa uma conversa sobre a possibilidade real de andarmos juntos. Só falamos de ideologias e de formas de trabalho”, ressalta

“Alessandro me contou que está fazendo política e apresentando os projetos que querem melhorar o Brasil, mas passei na conversa com ele pelo município de Aracaju. Sou inclusive muito amigo do doutor Émerson e achei uma conversa bastante interessante”, diz Jony Marcos.

“Da mesma forma como conversei com o senador Rogério Carvalho, do PT, para saber quais os propósitos dele. Estou trabalhando muito a política agora de 2020, mas pensando em 2022. Mas considero muito importante a conversa que tive com o senador Alessandro e a forma como ele apresentou os planos do seu agrupamento, que representa uma proposta diferente. A primeira exigência deles é a de que qualquer composição que se dê seja com gente ficha limpa. E eu sou”, afirma Jony.