Aparte
Simone Santana assume a Secretaria de Assistência Social e Luciano Correia a Funcaju
8b78490ef4c333f0

Prefeito de Aracaju nomeou Simone e Luciano, em suas respectivas novas funções, nesta sexta-feira

O prefeito Edvaldo Nogueira anunciou, nesta sexta-feira, 17, dois novos nomes para gerir pastas na Prefeitura de Aracaju: a assistente social Simone Santana Passos é a nova secretária da Família e Assistência Social e o jornalista Luciano Correia é o novo presidente da Fundação Cultural Cidade de Aracaju - Funcaju.

Simone Santana entra no lugar do vereador Antônio Bittencourt, PCdoB, que, após decidir voltar para a Câmara Municipal, foi exonerado da Secretaria da Família e Assistência Social por Edvaldo na última terça-feira, 14.

Para o prefeito, a assistente social reforçará seu time de gestores. “Tenho certeza de que ela dará continuidade ao grande trabalho que vinha sendo desenvolvido, com base no nosso Planejamento Estratégico. Da mesma forma, também fico muito feliz de nomear Selma França para ser adjunta de Simone. Tenho muita confiança no trabalho que essa dupla vai desenvolver para que avancemos mais”, destacou Edvaldo.

Pós-graduada em Gestão de Conflitos e Mediação Familiar, e em Gestão de Pessoas e Psicologia Organizacional, Simone já foi secretária de Assistência Social de Boquim e coordenadora do Centro de Referência da Assistência Social, também no município. Ela exercia, até hoje, a função de secretária-adjunta Secretaria de Assistência Social.

“Agradeço ao prefeito por me designar uma pasta tão importante, que a gente sabe da complexidade e das lutas. Desde 2005 atuo nesta área e sei o quanto é difícil gerir uma pasta como esta, especialmente em Aracaju. O prefeito pode contar com o meu comprometimento e minha dedicação, assim como tem sido desde que assumi o cargo de adjunta, ao lado de Bittencourt”, disse Simone.

Já na Funcaju, Luciano Correia assume no lugar do professor Cássio Murilo Costa - indicado do PT -, que foi exonerado da pasta em consequência do rompimento do Partido dos Trabalhadores com Edvaldo e seu projeto de reeleição.

“Luciano terá a tarefa de rediscutir a política cultural da cidade e os novos caminhos para a área, além de atuar, nos próximos meses, em dois eventos importantes: o Projeto Verão e os 165 anos de Aracaju”, afirmou Edvaldo.

Ex-secretário de Comunicação de Aracaju, especialista em Desenvolvimento e Relações Internacionais, mestre e doutor em Ciências da Comunicação e professor da Universidade Federal de Sergipe - UFS -, Luciano desempenhava, atualmente, a função de secretário-adjunto da Comunicação da Capital.

Luciano se disse muito feliz com o novo desafio. “Vamos dar continuidade à política cultural que a Prefeitura já executa com muita capacidade e presença, mas também agregar outros olhares, aprofundando, por exemplo, a discussão em torno da Economia Criativa da Cultura, e abrir, de maneira mais efetiva, o diálogo com os vários segmentos emergentes da cultura, muitos deles ainda marginalizados”, disse o jornalista, que também já foi presidente da Fundação Aperipê.