Aparte
Luciano Pimentel: “Prorrogar o Mais Inclusão é ato de sensibilidade e compromisso social” 
5f1bdc9408ed1181

Luciano Pimentel: “Com o Cartão, essas famílias podem comprar alimentos”

O Diário Oficial desta terça-feira, 30, traz uma decisão do governador Belivaldo Chagas que beneficia cerca de 25 mil sergipanos contemplados pelo Cartão Mais Inclusão. Mostrando preocupação com a população mais carente, através do Decreto nº 40.622 o govenador prorrogou, por mais dois meses, o auxílio criado para minimizar os impactos do novo coronavírus na vida de pessoas em condição de extrema pobreza.

A prorrogação foi uma pauta sempre defendida pelo deputado estadual Luciano Pimentel, que apresentou uma indicação ao Governo do Estado solicitando esta medida. Nas sessões remotas da Assembleia Legislativa e em diversas entrevistas, o parlamentar fez questão de elogiar o Mais Inclusão e enfatizar a importância de se estender o prazo dele.
 

Para Luciano Pimentel, o cartão foi uma das medidas mais relevantes adotadas pelo governador Belivaldo Chagas, PSD, para amparar, no período de pandemia da Covid-19, os sergipanos com renda de até R$ 89,00.

“Entendo que prorrogar o Mais Inclusão é um ato de sensibilidade e compromisso social importantíssimo no momento em que vivemos. Por essa razão, quero registrar o meu agradecimento ao governador que olhou com carinho e atenção para esses cerca de 25 mil sergipanos em situação de vulnerabilidade”, registrou o deputado.

“Ao estender o cartão por mais dois meses, estamos assegurando que não faltará alimento na mesa das famílias durante a pandemia. E isso é algo bastante significativo. Hoje Belivaldo Chagas deu mais uma prova de humanidade, com uma decisão que reflete a sua preocupação com nosso povo”, emenda Luciano Pimentel.

“O Mais Inclusão é uma ação que deve ser enaltecida por todos nós. Vivemos tempos extremamente difíceis e oferecer um apoio para população que mais necessita é essencial neste cenário de crise socioeconômica”, afirma Pimentel.

“Com o Cartão, essas famílias podem ir a qualquer estabelecimento comercial da rede credenciada Banese e realizar a compra de alimentos. Assim, o Governo de Sergipe está contribuindo para garantir a segurança alimentar e o bem-estar dessas pessoas”, complementa o parlamentar em segundo mandato.

“É por essa razão que defendi a prorrogação do auxílio. Um valor que pode ser considerado pequeno por alguns, mas que mensalmente faz a diferença na vida de tantos sergipanos”, reforça Luciano Pimentel.

De acordo com o deputado, a continuidade do programa é uma conquista para famílias de todo o Estado que se encontram em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional nesta hora.

Segundo Luciano Pimentel, é preciso reconhecer que essa prorrogação só foi possível graças ao comprometimento do governador Belivaldo Chagas com a qualidade vida daqueles que não são assistidos por nenhum programa do Governo Federal.

O Decreto considera que o Cartão Mais Inclusão vem contribuindo para promover o acesso à alimentação de milhares de famílias em todo Estado e também leva em conta o Decreto nº 40.615, de 15 de junho, que reitera a declaração do estado de calamidade pública em todo território estadual, reforçando a relevância da manutenção de ações que visem atender à população mais vulnerável, atingida pelos elevados índices de desemprego decorrentes das restrições de funcionamento da atividade econômica, motivadas pelo avanço da Covid-19.

O programa Cartão Mais Inclusão foi lançado pelo Governo de Sergipe, através da Lei nº 8.664/20, e possui caráter temporário e emergencial. A iniciativa consiste na entrega de cartões no valor R$ 100 para cerca de 25 mil sergipanos que se encontram na faixa da extrema pobreza (renda de até R$ 89), estão cadastrados na base do CadÚnico, e não recebem nenhum dos outros benefícios concedidos pelo governo estadual - Programa Mão Amiga ou Aluguel Social. O Mais Inclusão é destinado apenas para aquisição de alimentos.