Aparte
Entrevista Domingueira revela como Mário Britto levanta a bola das artes visuais de Sergipe     
87f9fd3cec7b0592

Mário Britto: alma viva e crítica em defesa das artes visuais

Lenta e gradualmente - e por conta própria, sem muletas públicas -, o advogado e procurador do Estado de Sergipe Mário Britto elevou-se à condição de maior guardião da memória das artes plásticas - das artes visuais - no âmbito sergipano.

A ação dele tem reverberação internacional, ajudando a chamar a atenção de outros países para o que representa, simboliza, produz e produziu a terra de Horácio Hora, Jordão de Oliveira e Zé de Dome nesse campo cultural. Não é coisa rasa.

Mário Britto, pessoalmente, equivale a uma pinacoteca que Sergipe não tem. Hoje ele é o grande HD da memória e do que representa Sergipe nesse campo.

É dono, por exemplo, de uma das maiores coleções de artes plásticas de Sergipe e, para não parecer que a coisa fique no campo da superficialidade, já escreveu 22 livros sobre a área - a vida das figuras mais imponentes, suas obras, suas significações.

Mário Britto é, atualmente, o maior biógrafo de Jenner Augusto da Silveira, um dos grandes pintores modernistas que Sergipe deu de presente à Bahia e ao Brasil.

Por tudo isso, Mário Britto é o Entrevistado Domingueiro do JLPolítica. E o é, ainda mais, pela data significativa deste 17 de março, quando Aracaju faz 164 anos - ele, inclusive, é o organizador de uma exposição no Palácio Museu Olímpio Campos, que revela como as artes plásticas viram Aracaju nesses mais de século e meio de vida.

E que ninguém pense que Mário Britto é um medalhão saudosista, com o traseiro de bronze sentado sobre um passado estanque das artes visuais sergipanas.

“Hoje a arte contemporânea tem alguns protagonistas importantes em Sergipe, pelo menos o grupo liderado por Fábio Sampaio, Bené Santana, Elias, que são artistas de vanguarda e que têm uma linguagem que é a que se fala hoje no mundo da contemporaneidade, da arte conceitual”, diz ele.

A Entrevista com Mário Britto está quentíssima e vai estar disponível a partir das 20h deste sábado, 16 de março. Aguarde e tenha uma boa leitura.