Aparte
Jefferson Lima:  “Parece que Edvaldo Nogueira não tem coragem de fazer o debate público"
96f8a1217149545a

Jeferson Lima: Mitidieri caminhava ao lado de Valadares Filho

Jefferson Lima dispara:  “Parece que Edvaldo Nogueira não tem coragem de fazer o debate público e usa emissários”
Em nota, presidente do diretório do PT em Aracaju afirmou que, embora defenda Edvaldo hoje, Mitidieri caminhava ao lado de Valadares Filho

Diante das declarações dadas pelo deputado federal, Fábio Mitidieri, PSD, durante entrevista à rádio Fan FM, na manhã desta segunda-feira, 10, o presidente do diretório do Partido dos Trabalhadores em Aracaju, Jefferson Lima, afirmou, por meio de nota, que “quem decide os rumos do PT é a militância e sua direção”.

A nota reforça, ainda, que a sigla não esconde que caminhou, por muitos anos, ao lado do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), porém destaca que “como ele decidiu caminhar por outros meios, se afastando daquilo que nós, petistas, defendemos, sobretudo no aspecto do trabalho em favor do povo – daqueles que, realmente, precisam de atenção –, decidimos romper”.

Jefferson Lima também disse que Mitidieri desejava “revisitar lembranças de outrora” e, por isso, trouxe à tona que, embora agora seja aliado de Edvaldo, “o deputado estava com Valadares Filho e companhia”.

NOTA

"Quem fala pelo PT é o PT. Quem decide os rumos do PT é a militância e sua direção. Ninguém deve se meter nisso. O PT não opina nos posicionamentos de nenhum partido. E isso não se limita ao posicionamento da sigla em Aracaju e Sergipe. É algo nosso e que vem sendo característico em toda esfera nacional. Portanto não há necessidade de os demais quererem se envolver em algo que não os cabe. 

Tivemos, sim, grande responsabilidade na eleição de Edvaldo em 2016. Não escondemos isso. O PT foi companheiro e fiel, como sempre foi em sua trajetória. Porém, como ele decidiu caminhar por outros meios, se afastando daquilo que nós, petistas, defendemos, sobretudo no aspecto do trabalho em favor do povo – daqueles que, realmente, precisam de atenção –, decidimos romper. Porque somos fieis aquilo que defendemos e não podíamos continuar aliado a alguém que se desvia disso. 

Mas já que o deputado quer revisitar as lembranças de outrora, é importante lembrá-lo de onde esteve em 2016. Quem ele apoiou na pré-campanha. No começo daquele pleito, o deputado estava com Valadares Filho e companhia. Ele o defendeu e participou de diversos atos ligados à sua pré-campanha. Pedia apoio, sim, para ele. Todo mundo viu. Só depois pulou de lado e abraçou Edvaldo. Aí, desde então, é defensor ferrenho de Edvaldo. E isso é interessante. Até parece que Edvaldo Nogueira não tem coragem de fazer o debate público e usa emissários. 

Deputado, lembre-se em qual palanque, até pouco tempo, você estava e vamos ser coerentes."