Aparte
Opinião - Com gestão planejada, Edvaldo transformou Aracaju numa cidade inteligente
7d07e757abd12953

[*] Nélio Miguel Jr

Nesta semana, o prefeito Edvaldo Nogueira recebeu na sede administrativa da Prefeitura de Aracaju um grupo de técnicos da Prefeitura de Salvador enviado pelo prefeito ACM Neto para conhecer de perto os projetos e as soluções inovadoras que a capital sergipana tem adotado e que a tornam uma smart city (cidade inteligente).

Como assim? A gestão planejada que Edvaldo e sua equipe põem em prática tem atraído os olhares de outras capitais? Pois é isso mesmo e aqui tento explicar resumidamente o porquê.

Fundamental, de partida, informar que Aracaju, desde 2017, pauta sua gestão num robusto Planejamento Estratégico, no qual estabeleceu, e persegue com rigor, metas e objetivos bem definidos para fazer do principal município sergipano uma cidade humana, inteligente e criativa.

Não sei do que você está falando, dirão aqueles que, deliberadamente, e porque não dizer também oportunisticamente, torcem o nariz para os avanços conquistados pela gestão do prefeito Edvaldo Nogueira.

Cidade inteligente é aquela que utiliza a tecnologia para promover o bem-estar do cidadão e desenvolver a economia, tudo isso de forma sustentável. Isso envolve desde a coleta seletiva do lixo ao planejamento da mobilidade urbana, passando pela qualificação dos serviços ofertados à população.

Assim, ao pôr em prática o Planejamento Estratégico do Município, os resultados saltam aos olhos, tanto dos moradores da cidade quanto dos olhares mais atentos, dentre os quais incluo até mesmo a ONU - Organização das Nações Unidas.

Em março deste ano, Aracaju conquistou, dentre mais de 5 mil municípios, a 13ª posição no ranking nacional das melhores cidades em mobilidade e acessibilidade na edição 2018 do Connected Smart Cities, saltando 36 posições em apenas um ano.

Esse resultado foi alcançado por uma série de fatores, como a ampliação do transporte público, com a criação de quase 10 novas linhas de ônibus, para atender mais regiões, além da recuperação e ampliação das ciclovias.

De forma inteligente, o Governo Edvaldo Nogueira implantou na Prefeitura de Aracaju o Ajuinteligente, uma plataforma que, na prática, permite que o cidadão acesse diversos serviços municipais sem precisar sair de casa, como solicitar a isenção do IPTU, por exemplo, ou requerer uma licença para construção ou mesmo solicitar a execução de algum serviço público.

Também de forma inteligente, a gestão de Edvaldo implantou em todas as Unidades Básicas de Saúde - UBS - de Aracaju o Prontuário Eletrônico e assim, independentemente da UBS em que o cidadão busque atendimento, seus dados estarão ao alcance da equipe médica. É por meio do Prontuário Eletrônico que a população aracajuana agora marca consultas e exames, de forma prática, rápida e segura.

No caminho para tornar Aracaju uma cidade inteligente, a gestão Edvaldo implantou a matrícula online em todas as escolas da rede pública municipal, e agora o procedimento pode ser feito de casa pelos pais e responsáveis legais, que não têm mais que enfrentar filas nem se deslocar às escolas para efetuar esse processo.

Também na área da educação, a Prefeitura de Aracaju - não esqueça que estamos falando da gestão Edvaldo -, está colocando em prática o Projeto Modernização Tecnológica Educacional, que faz parte do Planejamento Estratégico. Com essa iniciativa, lousas interativas e maletas digitais estão sendo levadas para as escolas.

A lousa é um exemplo de tecnologia educacional incorporada ao plano de aula para reforço dos conteúdos curriculares, dando mais dinamismo para o processo de ensino e aprendizagem. Já as maletas fazem parte do projeto Aula Digital, iniciativa global da Fundação Telefônica e Bancária La Caixa, já presente em diversas escolas da rede municipal.

É por tudo isso que Edvaldo tem sido convidado a apresentar os êxitos de sua gestão em importantes congressos e seminários, como o Smart City Business Brazil, evento realizado em julho deste ano que reuniu representantes de diversas cidades brasileiras, como prefeitos, secretários, além de governadores, deputados e empresas de tecnologia, para discutir a inovação como vetor do desenvolvimento social. Num evento dessa importância, Edvaldo se destacou como debatedor no painel “Governo Digital e a construção de cidades inteligentes”.

Por tudo isso, Aracaju é um dos quatro municípios do país selecionados para concorrer ao título de “Cidade Criativa”, da Unesco - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura -, que reconhece a adoção de práticas que colocam as indústrias criativas e culturais a serviço do desenvolvimento social local.

Como o foco deste artigo é apenas explicar, de forma sucinta, o que faz Aracaju ser reconhecida além-fronteiras como uma cidade inteligente, não vou me ater aos investimentos que a gestão Edvaldo tem feito em obras estruturantes em toda a cidade, que já se aproxima de um R$ bilhão.

Cito apenas, para encerrar, que, num período de dificuldades financeiras, todas essas medidas postas em prática pela gestão só são possíveis devido à criatividade encontrada pelo gestor, como as parcerias público privadas que a Prefeitura começa a adotar para levar mais e melhores serviços à população, a exemplo da gestão compartilhada da primeira UBS do Bairro 17 de Março, inaugurada em abril deste ano e que conta com um inovador modelo de cogestão entre o município e a Universidade Tiradentes. Mas estou certo de que muitos hão de vedar os olhos e fingir que não veem nada disso. Mesmo assim, sigamos em frente.

[*] É membro do Comitê do Rio Sergipe, conselheiros nacional de Juventude e conselheiro estadual de Juventude.