Aparte
Opinião - A economia do assalariado e a necessidade da esperança 
878736d1cb8d4c7a

[*] Bertulino Menezes           

Convido você a fazer um exercício comigo. A ideia é falar sobre investimento, poupança, juros bancários, novo salário mínimo, demandas da indústria e do comércio, PIB e depois a gente fecha com o crescimento da economia. 

Não fique assustado. É só uma brincadeira. Como boa parte dos brasileiros, entendo pouco de economia. Mas há um grupo de trabalhadores que poderia nos ensinar muita coisa. São mais de 45 milhões de pessoas que vivem com um salário mínimo. Ou tentam viver...

Todos esses assalariados com os quais conversei me passaram um quadro de tristeza. Pais de família que se esforçam para criar filhos, manter um mínimo de decência no lar, oferecer uma escola, pagar as despesas do dia-a-dia. E ainda temos 13 milhões de desempregados. Sem contar os 24 milhões de desalentados, que trabalham por conta própria, sem saber como será o dia de amanhã. Não sobra muita gente pra acordar sorrindo e feliz.

Mas o brasileiro é um herói. Sonha com o fim das turbulências econômicas, consegue manter-se otimista com a agenda do governo que promete políticas melhores para a Previdência e reformas profundas no sistema de impostos.

Acredita que nossos governos vão gastar menos do que arrecadam, e que uma reforma administrativa é possível. Nosso funcionalismo será justo, com gente que trabalha muito e ganha bons salários. Ah, meu povo, me ajude. Quero muito manter dentro de mim essa esperança.

Quero muito afastar de mim o quadro de miséria que estamos acostumados a ver; leve pra longe a imagem das moradias precárias, da falta de esgotos e dos canais imundos.

Gostaria de não presenciar mais a tristeza de ver ruas inundadas a cada chuva forte, e postos de saúde que choram a morte de alguém que não teve o atendimento adequado. Afasta de mim, gente querida, a ideia de crianças e idosos vulneráveis. Ah, meu querido e fantástico povo, você é um forte!

[*] É jornalista, empresário e já foi vereador de Aracaju.