YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author bc92de88786c313d
Jozailto Lima

É jornalista há 36 anos, tem formação pela Unit e é fundador do Portal JLPolítica. É poeta.

“Minha pré-candidatura é para valer e vamos até o final com ela”, avisa Márcio Macêdo
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
05f84a193585979d

Márcio está em São Paulo buscando Lula, Haddad e Gleisi para construir sua campanha

Questionado por esta Coluna Aparte de zero a dez qual seria a chance do PT mudar totalmente de ideia e coligar com Edvaldo Nogueira para a eleição municipal de Aracaju, o pré-candidato do Partido dos Trabalhadores, Márcio Macêdo, foi bem taxativo. “Há um consenso no PT sobre a importância da candidatura própria, então, a minha pré-candidatura é para valer e nós vamos até o final com ela”, afirma.

Para Márcio, a decisão de romper com Edvaldo Nogueira e seguir com uma candidatura própria está sacramentada. Ele já arregaçou as mangas para construir sua campanha eleitoral e foi até a cidade de São Paulo, nesta semana, buscar forças para isso.

Em São Paulo, Márcio teve um encontro, nesta última terça-feira, 14, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Haddad – que demostraram total disposição para ajudá-lo. “Comuniquei ao presidente a nossa decisão e ele ficou muito feliz. Desejou boa sorte, disse que está junto comigo, que virá à Aracaju quantas vezes for necessário e que a minha pré-candidatura é prioridade do PT”, relata.

Márcio informa que Lula deu as primeiras orientações para a construção da campanha, aconselhando que o pré-candidato defenda o legado do ex-prefeito e ex-governador Marcelo Déda.

“O presidente me disse: “você precisa resgatar toda a obra de Déda na cidade. Tudo o que Déda fez por Aracaju, pelo povo. Você tem que levantar tudo o que o Governo Federal, na minha gestão e na de Dilma, fez em Aracaju. Você precisa apresentar uma proposta para a cidade, o povo"”, relata Márcio.

O pré-candidato do PT informa ainda que Haddad ficou muito empolgado e feliz com sua pré-candidatura. “Haddad se colocou à disposição para sentar com a nossa equipe de Governo, inclusive, para ajudar na formatação do programa. Tem uma série de projetos que ele fez para São Paulo que deu certo, são referências no mundo inteiro, que pode ser feito em Aracaju. Ele disse também que está à disposição para ir à Aracaju a hora que for necessária”, afirma.

Em São Paulo, o pré-candidato do PT em Aracaju tem também reunião com Gleisi Hoffmann, presidente nacional do Partido dos Trabalhadores. Toda a cúpula do PT promete estar junto com Márcio.

“Fiquei muito feliz em ver essa prioridade, em ouvir essa aceitação. Hoje tenho reunião com a presidenta Gleisi. Ela já disse que quer ir ao lançamento da minha candidatura”, diz o pré-candidato.