Aparte
Lucas Aribé nega ida ao Cidadania, mas admite convite de cinco partidos
C01536ede3992cbb

Vereador recebeu convites do Cidadania, Rede, Patriota, PSD e PDT

Nos últimos dias, ventilou-se por alguns cantos a saída certa do vereador Lucas Aribé do seu atual partido, o PSB, e sua ida para o Cidadania. Mas, procurado pela Coluna Aparte, em alto e bom som, ele negou e ainda agradeceu a procura.

“Tem site por aí que me colocou em outro partido. Colocou até que eu já decidi sair do partido. Eu fico triste com alguns colegas de imprensa que fazem isso. Mas tudo bem. Eu já estou acostumado”, afirmou Lucas à Coluna.

O vereador informou que somente recebeu convites. Ao todo, ele vem sendo cobiçado por cinco partidos: Cidadania, Rede, Patriota, PSD e PDT. “Mas eu não tenho decisão tomada. Estou dialogando com os segmentos políticos, com os partidos e tal, estudando qual é a melhor posição e situação para mim”, disse.

Lucas tem 12 anos de história com o PSB, que, até hoje, é seu único partido ao longo da carreira política, que inclui dois mandatos como vereador de Aracaju. “Sempre fui PSB. Comecei em outubro de 2007 e estou aqui nele até agora. É muita história, né?”, indaga o vereador.

Então, uma possível saída de Lucas do PSB tem que ser bem refletida. “Tem que ser bem pensada com certeza. Todo cuidado é pouco”, frisa. Ele chama atenção para o momento atípico que a política brasileira vive.

“Essa eleição é atípica, pois não tem mais a coligação. Vai ser complicado para todo mundo. Então, temos que estudar bem todo o contexto. Não é só dizer: "ah, o partido tal me chamou". Sim, mas como é? Quais são as possibilidades? O que o partido quer e qual é a ideologia? Os candidatos? Tudo isso tem que ser estudado para se tomar uma decisão e não se arrepender depois”, relata o vereador.

Diante da quantidade considerável de convites, Lucas não nega que pode chegar a sair, realmente, do PSB. “Eu posso continuar, como também posso sair. Não tem nada certo. Não está decretado que vou para o Cidadania. Mas é uma possibilidade grande”, informa.

De todos os galanteios partidários, Lucas se interessou mais pelo Cidadania. Ele afirma que, para ir para o partido, recebeu convites de Dr. Emerson Ferreira, Alessandro Vieira, Georgeo Passos e Hebert Pereira.

“Agora assim, o que posso garantir é que não vou para a bancada do prefeito. Isso aí de jeito nenhum. Vou continuar fazendo o meu trabalho de oposição”, informa Lucas. Ou seja, PSD e PDT estão mais do que descartados.