Aparte
Opinião – Ataques a Danielle Garcia e o desespero dos que não querem a mudança
9ca52537f9eefa49

[*] Hebert Pereira

O desespero de alguns setores da vida aracajuana tem sido tão grande com a pré-candidatura da delegada Danielle Garcia à Prefeitura de Aracaju que tem levado a alguns adversários mostrar a verdadeira face.

Atacaram a Danielle Garcia, dizendo que ela não teria capacidade de gerir uma cidade por ser uma delegada e até apontando que ela nunca teria gerido a própria casa. Insinuando que mulheres que trabalham fora, não administram o próprio lar. Quanto preconceito!

Outro ataque tem sido o de afirmar que a delegada Danielle é devedora de IPTU e que por isso não seria uma pessoa idônea para governar a capital. Apesar de a mesma já ter explicado que a dívida já foi paga e era de um imóvel dela que estava alugado e de um inquilino que não quitou, continuam tentando criminalizá-la pela suposta dívida e acabam por criminalizar boa parte dos aracajuanos que não engoliram até hoje a mentira de que iam revogar o aumento do IPTU e que tem dificuldade de pagar esse imposto.

Outro ataque é o de repetir com frequência que caso a delegada Danielle ganhe a eleição Aracaju terá um governo policialesco, com uma conotação que demoniza a atividade policial e desrespeita gratuitamente toda uma classe de profissionais abnegados que colocam suas vidas em risco pela segurança da população. Mais um preconceito.

A cada ataque, os incomodados com a pré-candidatura da delegada Danielle Garcia só mostram a verdadeira face, e sabemos que isso está longe de acabar. Danielle ainda sofrerá muito por ter aceitado se colocar na disputa e a colocar em risco o projeto de grupos políticos tradicionais que querem se perpetuar no poder.

Mas o povo não é bobo e está atento a todos esses movimentos segregadores e sabe de que lado irá ficar. Vamos em frente. A mudança não pode parar!

[*] É advogado, consultor político e pré-candidato a prefeito da Barra dos Coqueiros pelo Cidadania.