Aparte
Belivaldo Chagas: "O Estado vai continuar se fazendo presente"
8a5f8782a492978d

Belivaldo Chagas: "Que fique bem claro, que o Estado vai resolver essa questão"

O governador Belivaldo Chagas acompanhou na tarde desta segunda-feira, 15, a liberação da ponte antiga que dá acesso à cidade de Riachuelo, bem como o restabelecimento do abastecimento de água da sede municipal. O município, distante 30 quilômetros de Aracaju, registrou a queda da cabeceira das duas pontes de acesso à cidade e falta d'água, devido as fortes chuvas que caíram por cinco dias em todo Estado.

Belivaldo também visitou Santa Rosa de Lima, onde a cabeceira da ponte de acesso à sede do município cedeu. O governador estava acompanhado da vice-governadora Eliane Aquino e do ex-governador Jackson Barreto.

A ponte antiga está liberada somente para o tráfego de pessoas, carros pequenos, motos e micro-ônibus. A liberação para veículos pesados só vai ser possível após os técnicos avaliarem os pilares e blocos de fundição da estrutura da ponte. Isso só se dará quando o nível da água do rio Sergipe baixar.

A recuperação da cabeceira da antiga ponte foi executada pelos engenheiros e técnicos do Departamento de Estradas e Rodagens de Sergipe - DER. Na ocasião, o governador autorizou a contratação emergencial de uma empresa para efetuar a recuperação da ponte nova, uma vez que os estragos foram maiores. “O Estado vai continuar se fazendo presente, como estivemos presentes desde o primeiro momento das chuvas", afirma Belivaldo. 

"Hoje nós já estamos concluindo a primeira fase, para dar trafegabilidade à ponte antiga e, na sequência, já autorizamos a contratação emergencial para resolver o problema dessa ponte maior”, salientou Belivaldo Chagas. Ele também autorizou a contratação emergencial de uma empresa para recuperar a ponte que liga o município de Santa Rosa de Lima. Enquanto a obra não é executada, a população vai ter acesso ao município por uma estrada vicinal que o governador determinou o seu melhoramento pelos técnicos do DER.

Belivaldo Chagas informou ainda que 10 engenheiros do Estado estão realizando um levantamento em Riachuelo para verificar a situação das casas que foram atingidas pelas águas. “Com o resultado desse levantamento, vamos convocar o município para firmar um convênio com o intuito de reconstruir essas casas. É preciso que fique bem claro, que o Estado vai resolver essa questão, no entanto, precisamos da conclusão deste levantamento, encontrar o meio legal, fazer o convênio e repassar os recursos para o município de Riachuelo”, esclareceu o governador.

Ao verificar o rompimento da adutora que abastece a cidade de Riachuelo por conta da força das águas que arrastou os canos, o governo determinou o conserto imediato e hoje os trabalhos foram concluídos, com o abastecimento restabelecido. Mas, durante o período de falta de água, a Companhia de Saneamento de Sergipe - Deso - encaminhou quatro carros-pipa e distribuiu 16 mil copinhos de água potável para a população atingida pelas águas.

“Graças a Deus que não tivemos problemas maiores, porque, em função do volume de chuvas, da quantidade de águas que tivemos, não apenas aqui em Riachuelo, mas em Aracaju e em outros municípios do Estado, os estragos poderiam ter sido maiores. Eu quero aproveitar para agradecer à sociedade e aos municípios que se mobilizaram para assistir as populações atingidas pelas águas”, afirmou.

Belivaldo disse que o governo fará parceria com todos os municípios atingidos pelas fortes chuvas para auxiliar no que for necessário. “Desde o primeiro momento que nos fizemos presentes, fizemos várias reuniões. O mundo da tecnologia nos ajuda para que a gente acompanhe através dos vídeos, via WhatsApp, via drone e mantendo uma ação de presença das Secretarias. Acompanhei o tempo todo o que vinha acontecendo e tomamos todas as providências que poderíamos tomar. Agora, estamos visitando in loco para resolver de imediato essa questão relacionada às duas pontes aqui de Riachuelo e também a de Santa Rosa de Lima”, concluiu.

AGRADECIMENTO

A prefeita de Riachuelo, Cândida Leite, agradeceu o apoio do governo de Sergipe no atendimento ao município que foi fortemente atingido pelas chuvas que caíram por cinco dias em todo estado. “Riachuelo sofreu uma catástrofe. Agora é hora de somação. Quero agradecer a população e ao governo que se desdobraram para ajudar a população atingida”, disse.

 Acompanharam o governador, além da prefeita de Riachuelo Cândida Leite, o prefeito de Santa Rosa de Lima Júnior Macarrão, os deputados estaduais Zezinho Sobral e Adailton Martins, secretários de Estado e dirigentes de órgãos. (Por ASN)