YoutubeFacebookTwitterInstagram
Politica & Economia
Author d2b9819a6448dffc
Saumíneo Nascimento

Saumíneo Nascimento é economista, bancário de carreira pelo BNB e diretor-Executivo do Grupo Tiradentes. 

Dados do primeiro semestre apontam queda na utilização dos recursos do BNDES em Sergipe
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
9d804078a127aaca

Desempenho do BNDES auxilia na compreensão da dinâmica econômica do Estado

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES - é um banco de desenvolvimento do Governo Federal para o financiamento de longo prazo em investimentos de todos os segmentos da economia brasileira.

Revelar o desempenho do BNDES em Sergipe auxilia na compreensão da dinâmica econômica do Estado, e como está o potencial e a utilização deste instrumento público de desenvolvimento.

As consultas formuladas ao BNDES em Sergipe no primeiro semestre de 2019 totalizaram R$ 101 milhões – com um crescimento de 242,3%; setorialmente foram consultas na agropecuária, indústria, infraestrutura e comércio e serviços.

Já as aprovações totalizaram R$ 27 milhões, queda de 44,4% em relação ao mesmo período anterior - e os desembolsos foram de R$ 19 milhões, queda de 43,2% em relação ao mesmo período anterior.

Os clientes empresariais privados beneficiados contrataram operações nas linhas BNDES FINAME para aquisição de bens de capital (máquinas e equipamentos) e BNDES Automático (linha para micro e pequena empresa em giro e demais investimentos).

Os portes das empresas beneficiadas foram micro, pequena e média, nos seguintes ramos de atuação: coleta de resíduos não perigosos, transporte rodoviário de cargas, indústria de cerâmica, comercio varejista de plantas e flores naturais, lavanderias, padarias e comércio atacadista de alimentos para animais.

O empreendedor pode solicitar o financiamento diretamente ao BNDES (apoio direto) ou por meio de instituições financeiras credenciadas (apoio indireto). A forma de apoio depende da finalidade e do valor do financiamento.

No apoio indireto, as instituições financeiras parceiras do BNDES atuam como intermediárias na concessão do financiamento, assumindo o risco de crédito (risco de não pagamento pelo cliente) total ou parcialmente. Como o BNDES não possui agências, o apoio indireto permite que seus recursos cheguem a clientes em todos os municípios do Brasil através das instituições financeiras.

Em geral, são realizadas na forma de apoio indireto todas as operações de financiamento para aquisição isolada de máquinas e equipamentos, bemcomo financiamentos inferiores a R$ 10 milhões destinados a projetos de implantação, modernização e expansão de empreendimentos.

Financiamentos superiores a R$ 10 milhões podem ser pleiteados diretamente junto ao BNDES que tem sede operacional no Rio de Janeiro-RJ.

Nas operações realizadas em Sergipe neste primeiro semestre de 2019, os bancos que repassaram recursos foram: Banco Bradesco S/A, Banco Randon S/A, Banco Moneo S/A, Banco Wolkswagen S/A e Banco Triangulo S/A.

As empresas beneficiadas com os recursos do BNDES em Sergipe no 1º semestre de 2019 ficam situadas nos seguintes municípios: Aracaju, Estância, Itabaiana, Itabaianinha, Lagarto, Maruim, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão.

Os dados revelados apontam declínio e pouca utilização dos recursos do BNDES em Sergipe, considerando-se a diversidade de linhas de financiamento existentes neste Banco Federal.