Politica & Mulher
Escócia anuncia ensino sobre temas LGBTQ+ nas escolas
B8247f6ce0c43bc3

Todos os alunos das escolas públicas do país terão lições sobre questões relacionadas à igualdade e identidade

Homofobia, bifobia e transfobia, além de conscientizar os futuros adultos sobre a história dos movimentos em si. Esses são alguns dos temas que a Escócia irá abordar, a partir de 2021, no que chamou de ensino da história LGBTQ+, que será incluído no currículo das escolas de todo o país.

O anúncio foi feito no fim de junho, junto à celebração do Mês do Orgulho LGBTQ+, quando milhões de pessoas foram às ruas para celebrar o que são. A lei que vai possibilitar a inserção do tema na grade curricular foi aprovada em novembro de 2018 pelos ministros escoceses, mas só entrará em vigor a partir do ano que vem.

Isso significa que todos os alunos das escolas públicas do país terão lições sobre questões relacionadas à igualdade e identidade que a comunidade LGBTQ+ precisou enfrentar durante anos. Com isso, a Escócia, que já é considerada um dos países mais progressistas da Europa pela igualdade LGBTI, sai na frente mais uma vez.

O país legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo desde 2014, por exemplo. Além disso, a sociedade civil entre pessoas do mesmo sexo acontece por lá desde 2005. Em relação à adoção e promoção por casais do mesmo sexo mesmo sexo, lá já é lei desde 2009. O país também tem leis que punem a discriminação baseada em gênero e sexualidade e estão em vigor desde 2010. Literalmente, um exemplo a ser seguido.