YoutubeFacebookTwitterInstagram
Politica & Negócios
Author f2775e4c231e1ff7
Maria Tereza Andrade

Maria Tereza Andrade é jornalista, graduada pela Unit em 1995, com experiência em veículos de comunicação em Sergipe e no Brasil. No JLPolítica é gestora de Relacionamento. 

Aeroporto de Aracaju já está sob a gestão da estatal espanhola Aena
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
350091c08d0f941e

Aeroporto tem capacidade para receber até 4 milhões de passageiros ao ano

A gestão do Aeroporto Internacional Santa Maria, em Aracaju, foi assumida pelo braço internacional da estatal espanhola Aena. Com capacidade para receber até 4 milhões de passageiros ao ano, atualmente operam no terminal as companhias Azul, Gol e Latam.

Há voos regulares que ligam Aracaju às cidades de Guarulhos e São Paulo - SP -, Rio de Janeiro - RJ -, Brasília  - DF -, Salvador - BA - e Recife - PE. O Aeroporto Santa Maria conta também com operações diárias de helicópteros, que transportam funcionários para as plataformas de petróleo do litoral de Sergipe e de Alagoas.

Além do aeroporto de Aracaju, a empresa Aena já administra os terminais de Campina Grande, na Paraíba, de Juazeiro do Norte, no Ceará, e de Maceió, em Alagoas – e ainda assumirá o de João Pessoa, também na Paraíba, e o de Recife.

Esse conjunto de aeroportos, intitulado Bloco Nordeste, foi leiloado em 15 de março de 2019. Vencedora do processo, a espanhola Aena pagou R$ 1,9 bilhão pelo Bloco Nordeste, com ágio de 1.010,69% em relação ao lance mínimo inicial de R$ 171 milhões.

De acordo com o contrato de concessão celebrado entre a Agência Nacional de Aviação Civil - Anac - e a nova gestora, a estimativa de investimento para os aeroportos do Bloco Nordeste ao longo dos próximos 30 anos é a de R$ 2,153 bilhões - um terço, ou R$ 788 milhões, serão aplicados nos próximos cinco anos. 

Estatal espanhola voltada à operação dos aeroportos daquele país, a Aena é responsável pelo funcionamento de 46 aeroportos e de dois heliportos do país. A empresa começou a se internacionalizar em 1997 e hoje é a maior operadora aeroportuária do mundo em número de passageiros.

Por meio da Aena Internacional, ela administra 17 aeroportos no México, Colômbia, Jamaica e Reino Unido - o de Luton, próximo a Londres.

Fontes: Infraero e ISTOÉ Dinheiro