Politica & Mulher
Bolsonaro em mais uma fala perigosa contra as mulheres
79247db0e3050d5d

Bolsonaro: o presidente das ideias preconceituosas  

Esta Coluna Política & Mulher até tenta, mas é difícil ficar sem falar do presidente Jair Messias Bolsonaro por aqui - não que estejamos torcendo contra, afinal, isso parece estar colocando o país em situações cada vez mais críticas - já que ele realmente parece gostar de estar envolvido em “polêmicas”.

Dessa vez, o presidente externou mais um pensamento controverso e perigoso. Ao comentar o processo de demarcação de terras indígenas e desmatamento na Amazônia, ele afirmou que o Brasil é “uma virgem que todo tarado de fora quer”.

“O Brasil é uma virgem que todo tarado de fora quer. Qual país do mundo tem o que nós temos?”, disse ele no sábado, 6. De acordo com a mídia, a declaração foi dada depois que Bolsonaro foi questionado sobre a fala do Papa Francisco, que disse que a situação da Amazônia exemplifica problemas ambientais e sociais que estão acontecendo em diferentes partes do mundo.

Se, pelas riquezas que possui, o Brasil é a virgem que todo tarado quer, então é justificável a tara de todo tarado? É aceitável que todo tarado deseje uma virgem? Ou seja: a virgem é responsável pela tara de todo tarado? Porque, sim, é isso que diz o discurso de Bolsonaro!

E ainda que essa fala seja considerada “inocente” por muitos, já está encrustada no inconsciente da sociedade, ajuda a propagar a ideia machista de que a mulher é culpada pelo assédio que sofre. Até pelo estupro. Que a vítima deve ser responsabilizada pelo assédio que sofre. E sim, isso é muito perigoso num país que mata milhares de mulheres. Portanto, esse tipo de fala, parta de quem partir, deve ser combatida.