YoutubeFacebookTwitterInstagram
Politica & Mulher
Author fbd5d65740160840
Tanuza Oliveira

Jornalista desde 2010, com formação pela Unit e atuação em veículos impressos e em assessorias de comunicação em Sergipe. É repórter Especial do JLPolítica desde 2017.

Mulheres no Poder Executivo: Sergipe é carente delas
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
636dc6f395be84de

Christiano Beltrão promete que, agora, Fames dará mais espaço às mulheres

Enquanto o número de deputadas estaduais aumentou no Estado, o de prefeitas é bastante reduzido. Num universo de 75 municípios, elas são apenas nove: Silvany Mamlak, de Capela; Elizabeth Oliveira, de Gararu; Lara Moura, de Japaratuba; Hilda Ribeiro, de Lagarto; Elayne de Dedé, de Malhador; Marinez Silva Lino, de Monte Alegre; Verônica Santos Silva, de Aparecida; Ana Rosa Oliveira, de Pinhão, e Cândida Oliveira, de Riachuelo.

Chistiano Beltrão, prefeito de Ilha das Flores e novo presidente da Federação dos Municípios de Sergipe – Fames –, garante que está atento a essa necessidade e que, por isso, pretende criar uma Diretoria no órgão voltada especificamente para cuidar do tema.

“Seria uma espécie de departamento voltado só para as mulheres”, diz Christiano. Segundo ele, a ideia é fomentar o debate da importância da inclusão feminina na política e, consequentemente, nesse importante espaço de poder que é o Executivo Municipal.

“A Fames entende a importância da participação das mulheres na política”, assegura Chistiano, que, além dessa pauta, diz que a entidade tem outras prioridades. “Pelo panorama que vimos, temos que criar formas de elevar as receitas dos municípios, tratar a questão da arrecadação dos tributos e cobrar o novo pacto federativo”, afirma.

Com o pacto, haveria, na opinião de Christiano, uma distribuição mais igualitária dos recursos da União. “Além disso, vamos buscar a aprovação da elevação de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para setembro e a colaboração dos municípios na reforma da Previdência, assim como a sessão onerosa dos royalties”, acrescenta.

Christiano assumiu a Presidência da Fames há cerca de 30 dias, mas a posse oficial só ocorreu na semana passada, com a inauguração da nova sede da entidade. “Temos nos reunido com os prefeitos e outras entidades a fim de colocar essas demandas na pauta”, pontua. Na nova Diretoria, a prefeita de Japaratuba, Lara Moura, é a única mulher e responde pelo cargo de vice-presidente.

Se a ‘promessa’ de Christiano se concretizar, esse cenário deve mudar e a entidade deve dar mais espaço às mulheres prefeitas. Mas, é claro, o novo presidente assumiu agora e tem muito caminho pela frente. “É importante apoiar e incentivar a representação feminina no municipalismo”, ressalta.