Politica & Mulher
UFS se compromete a combater assédio acadêmico
64d8e3104781e4dd

Reunião na UFS traçou ações para combater o assédio na prática

Em reunião nesta última terça, 16, a Universidade Federal de Sergipe apresentou ao Ministério Público Federal um conjunto de medidas que adotou e que se encontram em implementação para o enfrentamento e prevenção do assédio como violência de gênero no meio acadêmico.

A universidade detalhou ações referentes a formação, acolhimento, atendimento psicológico, mobilização e divulgação sobre o tema, que serão objeto de portaria.

Na reunião, a universidade se comprometeu a incluir no projeto pedagógico fundamentos e orientações a respeito da temática “violência de gênero no meio acadêmico, em especial do assédio sexual” para a comunidade UFS.

O tema também será colocado evidência por meio de exibições de filmes, documentário e mostras de fotografias. Mas a orientação à comunidade acadêmica será realizada por meio de cartilha virtual com objetivo de orientar e informar o passo a passo a ser adotado pela vítima no âmbito acadêmico e externo.

Para os novos alunos, o tema vai ser colocado logo na semana de acolhimento, para que eles tomem conhecimento do assunto, recebam orientação e saibam como proceder se surgir alguma ocorrência. A UFS também se compromete em realizar campanhas de sensibilização com cartazes, panfletos e divulgação na rádio UFS.

“A UFS foi a primeira instituição de ensino em Sergipe a adotar providências efetivas em decorrência das audiências públicas que realizamos no mês de maio”, ressalta a procuradora regional dos direitos do cidadão, Martha Figueiredo. “Esperamos que as demais instituições de ensino também se movam nesse sentido”, completa.