Politica & Negócios
Inadimplência atinge 11,6% das famílias aracajuanas; 51.750 têm contas atrasadas
Bd1b92a05468bcf0

Número de famílias aracajuanas consideradas em situação de inadimplência é de 22.011

O número de famílias em Aracaju que não terá condições de pagar as contas neste mês de março atinge o percentual de 11,6%. O total de famílias consideradas em situação de inadimplência é de 22.011 famílias, com elevação de 0,6% com relação ao mês passado.

Já as famílias aracajuanas que estão com algum tipo de conta atrasada são 51.750. O indicador reduziu 0,3% diante do segundo mês do ano - em fevereiro, o total era de 52.268 famílias.

Os números foram divulgados esta semana pela Federação do Comércio em Sergipe – Fecomércio/SE, tendo como base a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do consumidor – PEIC. Esta pesquisa é realizada mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio – CNC.

Os dados divulgados pela Fecomércio/SE mostram, ainda, que o  percentual de famílias endividadas na capital sergipana atingiu o nível de 60,3%, apresentando redução de 0,7% em relação ao mês de fevereiro.

Em números absolutos, o total de famílias endividadas em Aracaju é de 118.709 em março deste ano. Consideram-se dívidas compromissos contraídos com prazo determinado para pagamento, como cartões de crédito, financiamentos ou carnês.

A discriminação dos tipos de dívidas das famílias aracajuanas continua com a liderança dos cartões de crédito, responsável por 89,2% das dívidas. Os carnês representam 16,4% dos compromissos a serem pagos, seguido por 10,4% dos empréstimos de crédito consignado.

Fonte: Fecomércio/SE