YoutubeFacebookTwitterInstagram
Politica & Negócios
Author f2775e4c231e1ff7
Maria Tereza Andrade

Maria Tereza Andrade é jornalista, graduada pela Unit em 1995, com experiência em veículos de comunicação em Sergipe e no Brasil. No JLPolítica é gestora de Relacionamento. 

Consórcio Nordeste busca potencializar negócios e gerar economia nas compras públicas
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
8198e23ebce15cd2

Belivaldo Chagas: boas práticas de gestão e busca de investimentos

“O Consórcio Nordeste viabilizará uma série de ações para dinamizar as gestões estaduais. Vamos gerar economia nas compras públicas, trocar boas práticas de gestão, facilitar convênios, buscar investimentos internacionais nos estados e aumentar a integração nas principais áreas governamentais”.

A declaração do governador Belivaldo Chagas logo após o lançamento Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Nordeste, que ocorreu esta semana, em Salvador, Bahia, retrata o sentimento otimista com a efetivação da proposta gestada deste o início do ano pelos governantes da região.

Também cria uma espécie de “barreira protetora” a possíveis retaliações do presidente Jair Bolsonaro, que já demonstrou, por mais de uma vez, que ainda não aceitou a derrota que lhe foi imposta pelos nordestinos nas últimas eleições – em todos os estados do Nordeste Bolsonaro não obteve êxito tanto no primeiro quanto no segundo turno do processo eleitoral.   

Ao lado da vice-governadora Eliane Aquino, Belivaldo Chagas disse acreditar que o Consórcio Nordeste viabilizará uma série de ações para dinamizar as gestões estaduais e gerar economia nas compras públicas.

“O consórcio é uma ferramenta extremamente importante para facilitar a vida dos Estados. Um exemplo, quando for fazer uma licitação para a aquisição de medicamentos, que muitas vezes é tão complicada. Via consórcio, facilitará, diminuirá o preço e, automaticamente, faz-se com que todos acompanhem. Isso é apenas um exemplo, o consórcio é bastante amplo, faz com que trabalhemos em conjunto. Irá gerar economia em todas as áreas, garantindo mais eficiência aos serviços, além de unir a região. Este é o momento de o Nordeste se unir em busca de novos caminhos para se desenvolver cada vez mais”, pontua o governador Belivaldo Chagas.  

C50d0de4b771250dGovernadores unidos na busca de investimentos para o Nordeste

Abrindo a reunião, o presidente do Consórcio Nordeste, o governador da Bahia, Rui Costa, falou sobre a necessidade de os governadores estarem unidos na busca de investimentos para o Nordeste dentro e fora do país.

“Essas ações são para alavancar primeiro a economia e sobrar um pouco de recurso para reforçar assistência à saúde, educação, a infraestrutura. Estamos fazendo hoje, o calendário de uma agenda, inclusive, internacional. Queremos apresentar as oportunidades de negócios, obras, infraestrutura para todos os estados do Nordeste. Queremos aumentar o potencial de atração de negócios, de turismo. Trabalhando juntos, os nove estados, a força é maior, as oportunidades são maiores e, com isso, a gente quer chamar atenção do mundo que aqui é o lugar que se trabalha e quer gerar emprego e renda para o povo nordestino”, acredita Rui Costa. 

A expectativa é a de que até o final de agosto será publicada a primeira licitação para registro de preços do Consórcio Nordeste. 

PLANEJAMENTO

Os governadores já aprovaram o planejamento estratégico do consórcio para os próximos 12 meses, que terão nove áreas prioritárias: Desenvolvimento Econômico; Desenvolvimento Social; Infraestrutura; Ciência, Tecnologia e inovação; Meio Ambiente; Segurança Pública e Administração Penitenciária; Articulação Política Jurídica e Institucional; Desenvolvimento da Gestão; Comunicação Pública e Estadual.

5d31e387270e2dabVice-governadora Eliane Aquino acompanhou o lançamento do Consórcio Nordeste

Ao final do encontro, por meio da Carta dos Governadores, os representes dos estados expuseram as principais ações discutidas, a exemplo da apresentação do programa de oferta de médicos para a atenção primária na região, da efetivação de um processo único de compras para estados integrantes do consórcio e da integração de dados estaduais e sistemas de informação para organizar indicadores para planejamento e ações do consórcio.

Também foram debatodos a construção de uma agenda internacional buscando parcerias institucionais e financiamentos de projetos com outros países, a apresentação do Nordeste Conectado, a elaboração de estudos para criação de um fundo de investimentos que estimulem a atração e a ampliação de empresas no Nordeste.

Os governadores aind definiram pontos referentes à segurança pública, considerados emergenciais: como a efetivação de ações asseguradas no Sistema Único de Segurança Pública – SUSP -, a fim de que haja investimentos e execução de medidas conjuntas de combate ao crime e à violência; liberação imediata de recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública por parte da União.

Por fim, os governadores ratificaram a defesa do pacto federativo, a exemplo da imediata aprovação das regras do Novo Fundeb, implantação do Plano Mansueto para equilíbrio fiscal, compensação pelas perdas na arrecadação tributária decorrentes da lei Kandir, securitização que permite transformar dívidas em títulos públicos para serem vendidos pelos estados e garantia de repasse de recursos provenientes da cessão onerosa do pré-sal.

Fonte e fotos: ASN