Politica & Negócios
IBGE prevê uma safra 11,7% menor que a obtida em 2019
9bfdb488ff1f665c

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar o ano de 2020 em 613 mil toneladas. Das quatro principais lavouras de grãos, em relação a 2019, há estimativa de redução na produção de três: o amendoim (1ª safra) em 100%, o milho (2ª safra), de 12,1%, e o arroz 7%. Já a do feijão (2ª safra), deve ter um crescimento de 10,2%.

Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola – LSPA -, realizado em janeiro e divulgado esta semana, no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. A estimativa de área a ser colhida é de 159 mil de hectares, 8,4% maior do que a de 2019.

O estudo também abrange outros produtos agrícolas importantes, além dos cereais, leguminosas e oleaginosas. A cana-de-açúcar, por exemplo, uma das principais lavouras sergipana deve fechar o ano com uma produção de 2,1 milhões de toneladas, ou 13% a mais do que em 2019.

Também deverá ter queda a produção da laranja (0,7%), e alta a mandioca (0,1%).

Fonte: IBGE, com elaboração da Superplan/Observatório de Sergipe