YoutubeFacebookTwitterInstagram
Politica & Negócios
Author f2775e4c231e1ff7
Maria Tereza Andrade

Maria Tereza Andrade é jornalista, graduada pela Unit em 1995, com experiência em veículos de comunicação em Sergipe e no Brasil. No JLPolítica é gestora de Relacionamento. 

Rede hoteleira do Estado estima ocupação de 90% durante Carnaval
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
76ac47471334792c

ACF Sobrinho: movimento que estimula e beneficia cadeia produtiva do turismo

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Sergipe - Abih/SE - prevê uma ocupação de 90% da rede hoteleira durante o Carnaval. Segundo o presidente da Abih/SE, Antônio Carlos Leite Franco Sobrinho, hoje o setor está com a capacidade de oferta preenchida em 85%.

“Tem aquela parcela da população que decide em cima da hora. Então, acredito que chegaremos a 90% dos hotéis ocupados no período”, explica ACF Sobrinho. Esses mesmos 90% foram registrados no Carnaval de 2018. A não-ocupação total da rede hoteleira é atribuída à lenta recuperação da crise econômica pela qual passa o Brasil desde 2016.

Nesse aspecto, o presidente da Abih/SE destaca que, mesmo sem a ter a tradição momesca de grandes eventos, o Carnaval de Sergipe é importante porque movimenta o turismo e, consequentemente, a economia local.

“O setor turístico abrange 60 segmentos, desde o comércio até o entretenimento. Durante o Carnaval, existe um movimento que estimula e beneficia essa cadeia produtiva”, avalia ACF Sobrinho.

ECONOMIA NACIONAL

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo - CNC -, o Carnaval deve injetar R$ 6,78 bilhões na economia do país. Em valores, a previsão para este Carnaval supera os números de 2018 e significa um aumento de 2%.

Ainda segundo dados da CNC, a região Sudeste concentra a maior movimentação financeira durante a folia - somente Rio de Janeiro e São Paulo, juntos, serão responsáveis por 62% dela -, seguida da região Nordeste.

Já no mercado de trabalho temporário há uma estimativa de contratação de 23,6 mil pessoas, o que significa uma alta de 23,4% em relação ao Carnaval do ano passado.