YoutubeFacebookTwitterInstagram
Politica & Negócios
Author f2775e4c231e1ff7
Maria Tereza Andrade

Maria Tereza Andrade é jornalista, graduada pela Unit em 1995, com experiência em veículos de comunicação em Sergipe e no Brasil. No JLPolítica é gestora de Relacionamento. 

Shopping Peixoto completa dois anos e se consolida como referência de uma Itabaiana Grande
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
415d29bdb5d1e8d3

Empreendimento ocupa 82 mil metros quadrados e possui 120 lojas

O Shopping Peixoto completa no próximo sábado, dia 8 de junho, dois anos de funcionamento. Com 120 lojas, 80% delas ocupadas, o empreendimento é algo de que a maior cidade comercial do Estado de Sergipe necessitava: um espaço primoroso e aconchegante, com um pé-direito que dá gosto, bem ao estilo dos que “pensam grande”.

O sucesso do empreendimento é a confirmação de que um centro de negócios desse tipo já se fazia mais do que necessário para a região Agreste sergipana - e faz jus ao primeiro nome da cidade que o abriga, que nasceu sob o manto de Itabaiana Grande.

O Shopping Peixoto chegou e se incorporou à tradicional cultura comercial de Itabaiana pelas mãos e pelos ideais de Manoel Messias Peixoto, um homem simples, empreendedor, que gosta de trabalhar - e muito, chegando 12 horas por dia - e que quer a sua Itabaiana, sim, sempre entre os grandes.

Esse zelo pela sua terra e pelos bons negócios está na essência e no DNA dos itabaianenses, um povo empreendedor, solidário e com uma pitada de muita graça. Exatamente como Messias Peixoto, sisudo nem de longe. Ele é autor, por exemplo, de "Piadas - A arte de divertir sorrindo”, livro de 160 páginas que reúne boas anedotas, e por via do qual e de outros aprontes culturais ele chegou à Academia Itabaianense de Letras, ocupando a cadeira 4, cujo patrono é o próprio pai, Bartolomeu Peixoto.

COMÉRCIO E SERVIÇOS

Piadas que esse empresário reserva para os livros e para uma boa roda de conversa. Quando o assunto é o Shopping Peixoto, não tem espaço para brincadeira. Esse equipamento é uma instituição que Messias, a comunidade itabaianense e todo o Agreste sergipano levam bastante a sério.

Ao todo, o empreendimento ocupa 82 mil metros quadrados, dos quais 48 mil metros quadrados são de área construída, contando com lojas e estacionamento. Além dos vários segmentos lojistas, o Shopping Peixoto oferece serviços para o consumidor. Tem centro médico, espaço do Departamento Estadual de Trânsito - Detran -, Centro de Atendimento ao Consumidor – Ceac -, academia de ginástica, praça de alimentação, cinema e rede bancária – Banese, Caixa Econômica Federal (lotérica) e Banco do Brasil (cash).

O segundo shopping do interior de Sergipe possui ainda quatro lojas-âncoras: Americanas, Le Biscuit, Supermercado Peixoto e o ativo CineLaser. Gera mil empregos diretos. Segundo Messias Peixoto, existem planos de expansão, mas não agora – e por motivos que todos sabem de cor. “O momento atual exige prudência”, avalia o empresário. “Além disso, esse tipo de negócio necessita de um tempo de maturação de quatro a cinco anos. Mas estou muito feliz, colhendo os frutos que imaginei”, comemora Peixoto.

C4437e4fe9beeabbManoel Messias Peixoto: feliz, colhendo os frutos que imaginou

Felicidade que é visível também quando Messias fala da família. Pai de Tatiane, Taiane, Taina e Tanisson, o empresário é casado há 39 anos com Gicélia, a primeira namorada. Todos o ajudam a tocar os negócios, que inclui ainda um supermercado no Centro de Itabaiana, além do que fica dentro do Shopping. O supermercadismo é um ramo da economia, aliás, que despertou o interesse de mais membros da família Peixoto.

Outros três irmãos dele têm supermercados: Comercial Peixoto, Irmãos Peixoto e Nunes Peixoto - este também com uma filial em Nossa Senhora da Glória. Essa é uma fronteira – a do espaço para além de Itabaiana - que Messias Peixoto não tem interesse em romper.

“Não, hoje não temos essa pretensão. Há muito tempo já tive um supermercado em Carira, mas agora não pretendo sair daqui. Houve várias cidades - e até Estados - que nos convidaram e nos ofereceram vantagens, mas não temos esse interesse. O momento atual, inclusive, não é oportuno para expandir os negócios”, avalia o itabaianense nascido no povoado Cajueiro.

ORIGEM NA TERRA

Falar sobre a origem, o pai e a mãe, é outro assunto que emociona Messias Peixoto. Do pai, Bastos Peixoto - Bastos é uma corruptela de Bartolomeu - não foi com quem surgiu a veia comercial da família. Foi com o primo Miguel Peixoto, dono de um armazém que “tinha de tudo” e com quem trabalhou.

Da mãe, Maria Peixoto, lembra – e preserva – a religiosidade, a comunhão e a solidariedade. “Minha mãe sempre dizia que era importante partilhar. Todos os dias ela reunia todos diante de um oratório, às seis horas da noite, e rezávamos. Havia um tipo de homilia familiar, uma minipregação na qual minha mãe ensinava o bem que é a partilha”, relembra o empresário.

“Minha mãe sempre instigou, recomendou e até exigiu a partilha de tudo que você tem. Porque feliz de quem distribui seus bens com alegria”, complementa Messias Peixoto. A lição foi bem aprendida e a família mantém viva a tradição de realizar ações e projetos sociais.

Além dos negócios, o envolvimento com a comunidade local é algo que Messias Peixoto também parece fazer com muito gosto. É membro do Rotary Club de Itabaiana, do qual foi presidente de 1996 a 1997, e foi governador do distrito rotaryano Sergipe, Bahia e Alagoas, entre 2011 e 2013.

“GRÃO DE AREIA”

“Nessa época, fomos o campeão brasileiro do Rotary. Imagina, ganhamos de Estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul”, relembra, com orgulho, Peixoto. O empresário ainda presidiu a Câmara de Dirigentes Lojista de Itabaiana - CDL -, entre 2007 e 2010, e a Associação Sergipana de Supermercados - Ases -, entre 2003 e 2004. 

E pensa você, leitor, que toda essa trajetória vitoriosa que Messias Peixoto construiu o envaidece? Não. Para ele, o mundo dos negócios está além da sua serra, mas fincada na sua terra. “Somos um pingo de água diante desse oceano. Se você for comparar, somos um grão de areia em referência a uma montanha”, diz ele.

Será? Bem, a Coluna Política & Negócios reservou esse espaço para contar a história de mais um sergipano empreendedor, que movimenta a economia do Estado. E parabenizar o Shopping Peixoto, para o qual todas as velas serão acessas nesse sábado.