YoutubeFacebookTwitterInstagram
Politica & Negócios
Author f2775e4c231e1ff7
Maria Tereza Andrade

Maria Tereza Andrade é jornalista, graduada pela Unit em 1995, com experiência em veículos de comunicação em Sergipe e no Brasil. No JLPolítica é gestora de Relacionamento. 

Zezinho Sobral: “Sergipe já atrai olhares de empresas consumidoras de gás”
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
7991f78b141f05f8

Zezinho Sobral: "O gás é o grande chamamento para o desenvolvimento"

Além da agricultura, o desenvolvimento econômico foi uma bandeira amplamente defendida pelo deputado estadual Zezinho Sobral, Pode, no primeiro ano de mandato. Neste aspecto, o parlamentar destaca que a descoberta de gás e petróleo em águas profundas do litoral sergipano trará um futuro promissor para Sergipe.

Zezinho Sobral enfatiza a importância da Usina Termoelétrica Porto de Sergipe – UTE -, através das Centrais Elétricas de Sergipe - Celse -, localizada no município de Barra dos Coqueiros, que iniciará as atividades no próximo mês de janeiro e será responsável por converter gás natural liquefeito em energia elétrica. 

“A termoelétrica trará o gás para acessar o mercado brasileiro através da importação. Ela colocará Sergipe no mais alto patamar de geração de energia, sendo responsável por converter gás natural em energia elétrica. Sergipe é o único do Brasil com esse potencial. A termoelétrica impulsionará o desenvolvimento socioeconômico, gerando emprego, renda e investimentos”, acredita Sobral.

“A termoelétrica terá três turbinas a gás HA e uma turbina a vapor. Sergipe será o primeiro no Brasil a receber esse modelo de turbinas HA, conhecido pela alta taxa de eficiência na conversão da energia do combustível em eletricidade. Com capacidade de gerar 1,5 mil megawatts de energia elétrica, poderá, sozinha, atender 15% da demanda do Nordeste”, complementa Zezinho Sobral.

No mês de julho, Sobral participou em Brasília da solenidade que marcou a assinatura do Decreto 9.928/2019, que instituiu o Comitê Técnico Integrado para o Desenvolvimento do Mercado de Combustíveis e demais Derivados de Petróleo e Biocombustíveis, que integra o Programa Novo Mercado de Gás, do Governo Federal e do Ministério das Minas e Energia.

Na opinião do parlamentar, esse decreto foi de extrema importância para o desenvolvimento de Sergipe. “Precisamos explorar o que vem da nossa terra. O gás é, sem dúvida, o grande chamamento para o desenvolvimento. Esse decreto possui os mesmos parâmetros do decreto sergipano e vem para somar. Sergipe já atrai olhares de empresas consumidoras de gás e instituições envolvidas com o setor, o que será um ganho para o consumidor”, pontua Zezinho Sobral.