YoutubeFacebookTwitterInstagram
Propaganda & Negócios
Author 404a62ad2eacd74d
Lúcio Flávio Rocha

Lúcio Flávio Rocha é graduado em Propaganda e Publicidade pela Unit e atua na área há quase 20 anos. Assina esta mesma coluna também no Cinform.

O marketing eleitoral na timeline
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
D8d25b89acde81e4

Redes sociais podem ser o grande fiel da balança nas disputas políticas mais acirradas

Quem quiser que desdenhe da força das redes sociais. Que o digam os recentes exemplos em Sergipe da mobilização solidária em prol de pequenos empreendedores. Quem não ficou sabendo dos casos do Sinal da Pizza e da Esfiha Planet? Negócios que poderiam passar anônimos por toda uma vida, mas foram catapultados por uma onda virtual de solidariedade e engajamento.

Em tempos em que smartphones não são mais artigos de luxo, e se fixam às mãos de pessoas de todas as classes sociais, vai um alerta: os marqueteiros eleitorais de plantão não duvidem do poder deste incontrolável e imprevisível efeito manada das redes sociais, que pode ser o grande fiel da balança nas disputas políticas mais acirradas.

Quem vai esquecer a última campanha presidencial, vitoriosa usando basicamente a internet e o engajamento espontâneo, chamado de orgânico. E quem esquece do vídeo do delegado Alessandro Vieira, gravado em um simples celular numa varanda, contestando a aliança feita pelo presidente do seu partido, Dr. Emerson, com “Os Valadares”.

Em instantes, o delegado estava em quase todos os grupos de whatsapp do Estado, e passou a ser acolhido como a mais nova vítima enfrentando o sistema. Não deu outra: Dr. Emersom teve que recuar e Alessandro cravou seu nome na história com uma expressiva e surpreendente votação.

Há quem diga também que a viralização daquela “inocente” foto da senadora Maria do Carmo no evento de Valadares Filho no salão do Iate clube tenha sido o potencializador da virada de Edvaldo Nogueira. As estratégicas insinuações na legenda da foto deram o tom da cartada de mestre: “Não se deixem enganar: Valadares é continuismo. Valadares é mesmice. Valadares é João”.

Ninguém duvide, portanto, que esta nova celeuma na comunicação, a fala no mínimo desastrosa do radialista da Nova Brasil FM, André Barros, em relação à pré-candidata Danielle Garcia gere novos fatos eleitorais. Lembrando que uma fala como esta, no caso da esfiha, provocou o afastamento de um conhecido jornalista da rádio CBN, que faz parte do mesmo grupo empresarial da rádio Nova Brasil. André segue no jogo, sem nenhum posicionamento da emissora, sem se retratar, ratificando ainda mais a sua fala, o que eu particularmente acho uma falta grave.

Errar é humano, mas insistir nisto não lhe cai bem. Só aumenta o problema. O radialista teve até que bloquear os comentários em suas redes sociais, para fugir dos hatters.

Eu ouso afirmar que, se estivéssemos em reta final de eleições, esse fato poderia gerar uma corrente exponencial de votos favoráveis à delegada. As pessoas gostam de estar do lado das vítimas, e todo bom marqueteiro sabe muito bem disto. Assim foi com o presidente vítima da facada, assim foi com o senador que seria vítima do sistema de conchavos, assim foi, inclusive, em tempos de outrora, com o ex-presidente operário que sempre se passava por vítima do capitalismo opressor. E funcionou!

Se estivéssemos na iminência das urnas, talvez pudéssemos entender que André Barros houvera levado Danielle ao segundo turno. Mas, para a sorte de muitos, as eleições ainda estão muito longe. E há muita água para rolar. Volto a lembrar o Bial na minha dica de hoje: use protetor solar e não duvide da força das redes sociais.

DEFENDEU-SE

Sobre a nota publicada à semana passada acerca da suposta campanha antecipada do prefeito Edvaldo Nogueira, a Coluna recebeu a seguinte informação: a campanha publicitária do IPTU de Aracaju foi alvo de duas denúncias.

Uma das denúncias ocorreu no Ministério Público Estadual. A outra, no Ministério Público Federal. O prefeito Edvaldo Nogueira foi notificado e já apresentou sua primeira defesa. Aguardemos cenas do próximo capítulo.

Fb8b18b59156fde7

MORO PARA BAIXINHO  

O ministro da justiça, Sérgio Moro, abriu consulta pública acerca da publicidade destinada ao público infantil. "Quando criança, adorava assistir desenhos nos sábados pela manhã.

Atualmente, quase não existem mais programas infantis nas TVs abertas, salvo honrosas exceções. Um exemplo de que o excesso de regulação pode inviabilizar a atividade", publicou o ministro em sua conta pessoal no Twitter.

Com o excesso de proibição na propaganda destinada a crianças, os programas infantis se foram, e coube aos pequenos assistir ao que restou na grade de programação da tv brasileira. Daí o efeito da “adultização” precoce.

ANIMADO

O apresentador mais sorridente do Brasil, Sílvio Santos, também conhecido como homem do baú, mandou tirar a poeira do antigo programete “Semana do Presidente” para trazê-lo ao ar o quanto antes.

Otimista quanto aos rumos do país e da sua emissora, o homem que um dia quis ser presidente do Brasil, agora aposta na ressurreição de um antigo formato nacionalista. Será que vai ter patrocínio do “véio da Havan"?

MUDANÇA

A PubliMídia, empresa especializa em oferta de espaços publicitários “diferentes e inusitados”, avisa a todos os seus clientes que não está mais na sua antiga sede, situada à Avenida Hermes Fontes. O veículo publicitário informa que durante a transição, estará atendendo apenas via telefone celular, WhatsApp, Redes Sociais e e-mail.

Atualmente a empresa disponibiliza ao mercado diversas opções de mídias em: cinema, taxi, supermercado, caixas de pizza, bares e restaurantes e boletos de condomínio. Apareça!

1ab5256724a8f21c

HAJA FESTA!

Este será mesmo um ano marcado por muitas ações de marketing e comemorações para o empresário Renan Tavares. Em 2020, a Auto Peças Macedo chega a incrível marca de 40 anos de história e a Associação Sergipana de Kart´s - ASK -, entidade que tem Renan como diretor-presidente, completará 50 anos de existência. Apertem os cintos!

DANÇA DAS CADEIRAS

William Andrade não responde mais pela área comercial da Fan FM. Ele retornou à W&R, agência de propaganda da família. Em seu lugar assume Bruno Stênio, que teve passagens pelo Jornal da Cidade e pela Tv Atalaia. Sua última casa foi a Tv Sergipe onde também atuou na área comercial. Quem acumulou as funções de Bruno na afiliada da Globo foi Suelene Sá. Votos de bons voos a todos!

PROCURA-SE

O Grupo Protfer/Prevettiva/R.Pereira está ofertando uma vaga de trabalho para atuação de social media em suas empresas. Interessados devem enviar seus currículos para o e-mail: robson@prevettiva.com.br

PARA REFLETIR

“Saber alegrar-se com o sucesso alheio é uma virtude.” (autor desconhecido).