INCIDENTES

“Ana Lúcia pode protestar, mas respeitando o partido dos outros”

O deputado Venâncio cobrou respeito por parte da colega de parlamento, que comandava os movimentos sociais e o ato desta quarta-feira

Por Agência de Notícias Alese
25 maio 2017, 15h29

O deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã dessa quinta-feira (25), para questionar a manifestação e lamentar os supostos incidentes registrados na sede do Diretório Estadual do PSC em Sergipe. Ele cobrou respeito por parte da colega de parlamento, a também deputada Ana Lúcia (PT), que comandava os movimentos sociais e as centrais sindicais no ato dessa quarta-feira (24).

Ao fazer seu pronunciamento, Venâncio pontuou que estamos vivendo um dos momentos mais difíceis da história brasileira, onde o País enfrenta uma grave crise econômica, ética, moral e política. “A gente vê o retrato do Brasil hoje pelas imagens que a imprensa está mostrando em Brasília, naquilo que a TV Senado está transmitindo em uma Comissão ou do que assistimos no plenário da Câmara Federal”.

Venâncio disse que os brasileiros estão vendo isso no dia a dia e que ninguém, em sã consciência, é contra as manifestações. “Nós que fazemos política, sabemos que uma das coisas mais importantes que existem são as divergências e o contraditório. Mas desde que seja com responsabilidade e de uma maneira respeitosa. Jamais com atos daquela natureza onde nós vimos uma sergipana que se deslocou para Brasília (DF) e findou recebendo uma pedrada, ficando desolada”.

“Botar fogo em Ministérios? Isso não existe! É uma falta de respeito, isso não é democracia! Protesto é uma coisa, baderna é totalmente diferente! Sou um admirador da deputada Ana Lúcia e não é de agora. Tivemos vários embates aqui, ela é uma mulher aguerrida, firme e batalhadora. Que defende e lidera sua classe, que tem todo direito de protestar, mas respeitando também a sede do partido dos outros”, colocou Venâncio Fonseca.

O deputado reforçou que a sede é casa do partido e que Ana Lúcia não gostaria de ver a sede do PT na mesma situação que ficou a sede do PSC. “Certamente ela viria para a tribuna protestar. O que não se quer para si, não se faz com os outros! As imagens que circulam nas redes sociais comprovam a participação e a liderança da deputada Ana Lúcia na liderança dos movimentos de ontem. As imagens não negam”.

Por fim, Venâncio Fonseca disse que como ex-presidente do PP não poderia deixar de se manifestar. “Com relação ao deputado federal André Moura (PSC), todo mundo é passivo de acertos e erros, todos temos predicados e defeitos, ninguém é melhor do que ninguém, nenhum partido é melhor do que outro e o mesmo vale para os humanos”.

“André Moura é um parlamentar eleito pelo povo sergipano e que vem prestando um grande serviço ao Estado, ocupando um espaço no âmbito nacional que eu não sei qual foi o sergipano que ocupou até hoje. Deve ser reconhecido, independentemente da cor partidária ou posição ideológica. Como tem feito o governador Jackson Barreto (PMDB). Continue protestando, defenda suas bandeiras, mas respeitando a sede do partido dos outros”, finalizou Venâncio Fonseca.