INTERDIÇÃO

Comerciantes do Parque da Cidade pedem ajuda a deputado

Com fechamento do zoologico, ambulantes estão preocupados com vendas

Por Assessoria do Parlamentar
15 maio 2017, 08h12

A interdição do zoológico do Parque Governador José Rollemberg Leite, popularmente conhecido como Parque da Cidade, na zona Norte de Aracaju já preocupa os comerciantes que vendem diversos produtos na localidade. Por isso, na última semana, as comerciantes Aparecida dos Santos e Marinalva dos Santos procuram o deputado Moritos Matos (PROS) para solicitar ajuda ao parlamentar. O encontro aconteceu no gabinete do deputado na Assembleia Legislativa de Sergipe – Alese.

Aparecida e Marinalva fazem parte da Associação dos Vendedores Ambulantes do Parque da Cidade. As duas atuam no local há 13 anos. De acordo com Aparecida Santos, o fechamento temporário do zoológico aconteceu na quarta-feira, 10. “Não há previsão de quando os reparos necessários serão feitos. Isso aconteceu por falta do cumprimento das exigências do Ibama para melhorar a infraestrutura do local”, revela Aparecida.

O deputado Moritos Matos escutou o apelo das comerciantes e disse a elas que conversará com o Governador Jackson Barreto sobre a situação. “A última vez que estive com o Governador ele disse que faria a reforma do Parque. Vou solicitar uma audiência para saber mais sobre esse assunto. Vou procurar saber se já há data para essa reforma, porque eu considero o local o mais bonito de Sergipe”, afirma o deputado Moritos Matos.

A interdição do zoológico teve data para começar, mas de fato não há um cronograma de reparos. Ou seja, os ambulantes do Parque não sabem como farão para vender seus produtos com a diminuição dos visitantes. A Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe – Emdagro – responsável pela administração do Zoológico do Parque da Cidadeterá que pagar uma multa no valor de R$ 41 mil e que as adequações dependem dos recursos liberados pelo Governo.